sábado, 1 de maio de 2010

GOSTO




Gosto dos sonhos lavados
Com a água do teu mar

Teus cabelos penteados
Nos meus dedos a deslizar

Gosto da maré vazia
Da chuva, do pôr do sol
Do carvalho, da maresia
Enleada n'um farol

Gosto da chuva a caír
Das estrelas, do luar
D'uma criança a sorrir
E das ondinhas do mar

Da brisa da ventania
A bater leve no rosto
Da alegre sinfonia
Das gaivótas ao sol posto

Gosto da flor campestre
Pintada, mas sem pincel
De transformar o agreste
Em doçura como o mel

E gosto da nostalgia
Embora me faça sofrer
Do sol, da luz do dia
E até do anoitecer

Gosto até do horizonte
Colorido e multicor
Das silvas e água da fonte
E dos versinhos d' amor

Gosto do frio do calor
Dos livros que ninguém lê
E gosto de ti amor
Embora não saiba porquê.

21 comentários:

MeuSom disse...

Encantador poema, Rosa-Branca!
Linda imagem!
Belissimo som!
Parabens!
Beijo!

Andradarte disse...

Muito bom....ao seu estilo..
Beijo

quicas disse...

"Gosto" da simplicidade e harmonia de seus versos: GOSTO!
Parabéns! Beijo e bom fim-de-semana!

Samuel Rego disse...

Es un gusto leerte.
un saludo

El ave peregrina disse...

Gosto da beleza natural, do horizonte que une o ceo e o mar e das estrelas que estan a brillar.

Fermoso entrada Rosa-Branca.

Un bico.

Sonhadora disse...

Minha querida Lindo poema, é uma brisa fresca para o meu coração...adorei.

beijinhos com carinho

Sonhadora

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom Dia, querida Rosa! Lindo poema! Parabéns!
Eu e você nos entendemos há muito. E não por pouco. Retirei o que havia publicado porque não acreditam em mim. Então, aquela postagem, em que estou suspensa vai ficar por tempo indeterminado. Estive, estou aqui. Sei que me entende.
Beijosssssssssssssss


Eu nunca guardei rebanhos,
Mas é como se os guardasse.
Minha alma é como um pastor,
Conhece o vento e o sol
E anda pela mão das Estações
A seguir e a olhar.
Toda a paz da Natureza sem gente
Vem sentar-se a meu lado.
Mas eu fico triste como um pôr de Sol
Para a nossa imaginação,
Quando esfria no fundo da planície
E se sente a noite entrada
Como uma borboleta pela janela.

Alberto Caeiro

Em o guardador de rebanhos


Felicidades
Até não sei quando.
Renata

Mona Lisa disse...

Olá

Poema belíssimo, sensível.

Adorei o final.
...E gosto de ti amor
Embora não saiba porquê.

Bjs.

Maria Luisa Adães disse...

Adorei teu poema

adorei tua sensibilidade

adorei teu amar

"sem saberes porquê"...

Maria luísa

Maria Cusca disse...

Olá amiga.
Gosto de tudo o que escreves
E isso eu sei porquê!!!
Escreves com alma e com coração.
Feliz dia da mãe.
Jinhos grandes.

Savi disse...

Olá Rosa Branca
Também eu partilho em muitos gostos deste poema,sua veia poética não tem limites.
Por isso gosto de aqui passar.
Beijinhos uma óptima semana.
Savi

A.S. disse...

Rosa Branca,

Gostas da beleza das coisas mais simples! A verdadeira beleza está na simplicidade...


Beijos
AL

Canduxa disse...

Versos simples, melodiosos e escritos com o coração, por isso são lindos.

beijinhos

Maria Inês Teixeira de Queiroz Aguiar Marçalo disse...

GOSTEI DA SIMPLICIDADE DA LINGUAGEM EM QUE MUITO SE DIZ EM POUCAS PALAVRAS!
BEIJINHOS. Maria Inês.

Graça disse...

Às vezes nem é preciso saber os porquês... basta gostar. E eu gostei muito do teu poema, querida Rosa.


Um beijo de carinho e boa semana.

Carlos Gonçalves disse...

'Gosto do frio do calor
Dos livros que ninguém lê
...'.
Palavras que me dizem muito, na beleza deste teu poema. Gosto...
Um beijo.
Carlos

MCampos disse...

Rosa, agradeço-lhe a visita e as palavras. Gostei bastante destes seus poemas. Revelações, sentidas, rimadas, no gosto simples da poesia. Voltarei com prazer.

Um abraço e bom resto de semana.

Nilson Barcelli disse...

Como eu gosto do que gostas
E do poema também
Digo-te, se não te importas,
Escreves melhor que ninguém...

Beijos, querida amiga.

sonho disse...

Gosta se e pronto...:)Lindo o teu poema
Beijo d'anjo

VANUZA PANTALEÃO disse...

Adeusinho
Ainda que seja rapidinho
Rosa branca perfumada
Sempre serás muito amada
-----------------
Volto em junho!Bjsss

Carla disse...

Muito bonito mesmo. Obrigado pelo comentário, como sempre delicioso, ameei. Um beijão e uma boa semana