segunda-feira, 23 de abril de 2012

NÃO PRECISO


Não preciso de papel
Para escrever meu dilema
Que os teus lábios doce mel
São linhas do meu poema

Não preciso de uma tela
Para pintar meus desejos
Pois tenho uma aguarela
Pintada com os teus beijos

Não preciso de dormir
Para contigo sonhar
Pois para ter teu sentir
Basta meus olhos fechar

Não preciso de amargura
Porque esse lugar preenchi
Com as ondas da ternura
Do mar que existe em ti

Não preciso te dizer
Que ao meus sonhos abrir
São ondas do teu prazer
Bordadas no meu sentir

Não preciso te falar
Que esses teus olhos são
Ternuras do verbo amar
Onde quero navegar
De alma e coração.

39 comentários:

Marcia disse...

Não precisa mais nada com estes versos lindos!UM BEIJO E BOA SEMANA!

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Quando se ama. não [é preciso falar...beijinhos

Andradarte disse...

Será.....? Nunca digas não preciso..
Mais um bonito poema
Beijo

Mona Lisa disse...

Quando se ama não são precisas palavras...partilha-se o amor...AMA-SE!

Beijos.

Santa Cruz disse...

Rosa Lindo Poema mas lindo de mais sempre o amor que tanto faz falar e escrever.
Beijos
Santa Cruz

Maria Luisa Adães disse...

Mas que poesia tão serena e com tantas convicções de uma verdade plena.

É o máximo do amor, de tal forma,
que parece irreal.

Mas a poesia é mesmo assim...
Ou se mostra triste ou feliz...

Tem extremos - não tem o meio - a
apaziguar. Não tem!

Amei!
Mª. Luísa

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Sempre a encantar com maravilhosas e delicadas palavras não só aqui...
Mt obrigado!

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Rosa!

Quando se tem tudo, não se precisa de mais nada. Mas fez muito bem em dizê-lo aqui, neste lindo poema - hino ao amor e à ternura.

Beijinhos.
Vitor

MA FERREIRA disse...

PARABÉNS PELA SENSIBILIDADE EM ESCREVER UM POEMA TÃO BELO!

ADOREI A IMAGEM QUE EMOLDURA SEU POEMA!!

BEIJINHO!

. intemporal . disse...

.

.

. e assim a rima não des.rima e diz tanto do coração .

.

. nesta alvorada .

.

. deixo.Lhe um beijo de abril .

.

.

Sandra Subtil disse...

Que bom é sentir um amor assim, que nos preenche por inteiro.
Muito bonito.
Beijinhos

Nilson Barcelli disse...

Belo poema.
As tuas palavras encantam.
Gostei imenso.
Rosa, querida amiga, tem um bom resto de semana.
Beijo.

Pedrasnuas disse...

Grata por todas as palavras deixadas por lá...cheias de carinho ,força e atenção. Valeu !!!:)Quanto ao teu poema..."Não preciso" ...uma beleza escrita em lábios mel!!!:) Beijinhos e obrigada por tudo!!!!

:.tossan® disse...

É tão diferente e poético como sempre amiga poetisa. Bj

Pétalas de Poesia disse...

Parabéns amiga! Belo poema.
Quando se ama, não é preciso escrever.
Basta falar com o coração...
Um abraço.

Manuel disse...

Quanto sentimento, quanta ternura e quanto amor nesta linda poesia.

Evanir disse...

Podemos prometer atos,
mas não podemos prometer sentimentos...
Atos são pássaros engaiolados,
sentimentos são pássaros em vôo.
(Rubem Alves)
Pedindo desculpas pelo meu afastamente
nas visitas infelizmente foram alguns dias de muita
tenssão.
Eu aprendo todos dias, me espelho em outras
pessoas: Não dá pra fraquejar, quem é guerreiro
jamais entrega a Luta..
Deus abençoe grandemente seu final de semana beijos
no seu doce coração.
Evanir..

Ana Martins disse...

Não precisa não, Rosa, este poema diz tudo desse amor inabalável!

Beijinho,
Ana Martins

O Profeta disse...

A ressurreição deu sorriso nasceu com o dia
Ah este inverno que abraça a primavera
Este céu que arroxa meu peito
Estas negras pedras plantadas na terra

O curso do meu errante espirito
Levou-me ao infinito e ao incomensurável
Este orvalho das pequenas coisas
Recorta meu corpo a golpe de cisel

Ocultei meus sonhos numa porta da eternidade
Porque o desespero é voo baixo e sinuoso
Vi ontem dois amantes jurarem uma partilha de vida
Vi olhos que irradiam luz em gesto assombroso

Um imenso abraço

Nilson Barcelli disse...

Rosa, querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijo.

Sonhadora disse...

Minha querida

Por vezes não são precisas palavras para se falar de amor...apenas gestos.
Lindo como sempre.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Luís Coelho disse...

Quando guardamos dentro de nós as melhores coisas da vida não precisamos de mais nada para as reviver.
Versos de grande sensibilidade e ternura.

✿ chica disse...

Essa tua poesia fala tudo, todo o amor, não precisa mais nada mesmo.LINDA!! beijos,chica

Everson Russo disse...

As linhas de um poema, muito antes de irem pra um papel já estão escritas na alma,,,beijos de boa semana pra ti amiga.

Maria disse...

Querida amiga não precisa de mais inspiração pois já a têm completamente. Simplesmente maravilhoso!
Boa semana
Beijinhos
Maria

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

José disse...

Não precisas fazer nada
basta só pensares em mim
mantém a porta encostada
eu já estou chegando aí.:))

beijinho,
José.

A.S. disse...

Muito lindOOOOO!...


Beijos,
AL

Daniel Costa disse...

Rosa-branca

O poema pode parecer simples, mas é puro engano, ele é conduzido, realmente com simplidade, o que em literatura é dificil. Sem dúvida, gostei de o seguir.~
Beijos

Daniel Costa disse...

Rosa-branca

O poema pode parecer simples, mas é puro engano, ele é conduzido, realmente com simplidade, o que em literatura é dificil. Sem dúvida, gostei de o seguir.~
Beijos

**♥✿Franciete-✿♥** disse...

Ó minha rosinha branca
toda coberta de orvalho
tem cuidado ao ires à rua
não saias sem agasalho.

Estes teus lindo poemas
que não precisão de horário
são as orações que rezas
quando pegas teu rosário.

Minha querida amiga poetisa teus poemas maravilhosos feitos sempre com alma e coração.
Tudo de bom para ti com beijinhos de luz, paz e amor...

manuela barroso disse...

E tudo quanto se possa dizer de Amor, fica sempre aquém. Porém, as tuas poesias têm sempre o perfume da rosa!
Belas pétalas, querida amiga!
Abraço

Nina disse...

Oi Rosa...
Lindo poema! Eu preciso te dizer que sou a gatinha da Sandra Mitsue...Você já conhece o meu Denguinho??? Ficarei muto feliz com sua visita...
Nyan nyan
Nina

Faniquito disse...

Aiii minha rosa linda, acho q não preciso te falar o qto me emociono com as tuas poesias...são lindas.

Beijinhos

Ana

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Muito obrigada Márcia pela doce visita...amei.
Ah tenho uma roseira branca aqui no nosso jardim e outro dia ela tinha 27 rosas, estava linda por demais...e ela é pequena, baixinha, ainda é uma criança...beijinhos

Everson Russo disse...

Um belo dia de feriado pra ti minha amiga...beijos.

© Piedade Araújo Sol disse...

quadras muito bem rimadas, que dá gosto ler.

um beij

Isabel Silva disse...

Boa noite.
Bela poesia ao amor, sem dúvida feita com muito talento e rima.
Agradeço sua visita.
Bjs

Machado de Carlos disse...

Houvera partida e com ela o verbo amar. Nem tudo estava perdido, os olhos observaram vidas novas.
O náufrago fez companhia com as luzes das estrelas.