quinta-feira, 5 de abril de 2012

À NOITE


À noite quando me deito
E não consigo dormir
Sinto o arfar do teu peito
A bailar no meu sentir

À noite sou alvorada
As pedras da tua rua
O teu norte a tua estrada
E só consigo ser tua

Sou brilho dos olhos teus
Que me vão iluminar
Quando encontram nos meus
A loucura de te amar

Sou pena lançada ao vento
No penedo do sentir
Carta fechada no tempo
À deriva por abrir

Sou vida que não vivi
Estrada que não andei
Sou hera que só em ti
O meu sentir enleei

À noite cansada d'esperar
Visto a desilusão
E acabo por me deitar
No meu cais de solidão.

51 comentários:

✿ chica disse...

A noite sempre boa companhia...Linda inspiração!beijo,Feliz Páscoa!chica

Mona Lisa disse...

A solidão de quem não encontrou o amor!

Belíssimo poema!

Parabéns!

Beijos.

Jorge disse...

É o imenso vazio dos solitários, que também podem ser os momentos mais ricos das nossas vidas; temos tempo para digerir emoções e reflectir...
Uma Boa Páscoa,
J

Ana Martins disse...

Rosa, boa noite!
Um poema de amor e dor, muito lindo!

Páscoa Feliz e um beijinho.

Ana Martins

Maria Luisa Adães disse...

Rosa

O comments que me deixou foi nuns
versos que não sáo meus.

Alguém se introduziu no blogs roubando a password e os colocou lá

Por essa triste razão, eles "estavam cheios de rimas" e
Rosa se admirou...não é minha forma de escrever.

E mais não fez por milagre, nesta
Pascoa da Ressureição.

Se possível, volte ao meu poema
"Regressei". Esse é que é verdadeiro, o outro "foi pirata".

Lindo seu poema!
Pascoa Feliz e me desculpe.

(foi um susto dos grandes)

Mª. Luísa

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Rosa!

A eterna espera por quem tarda em chegar, vida que vai ficando por viver...

Lindo.

Boa Páscoa, um beijinho.
Vitor

Everson Russo disse...

Uma excelente sexta feira santa e uma ótima Páscoa pra você e toda sua família, que o amor de Jesus esteja no coração de todos trazendo muita paz e muita serenidade...beijos e beijos.

Jorge Pimenta disse...

só a noite inaugura figuras maiores e presenças de coral. mesmo que a nave, por instantes, anseie por largar ferro no cais da solidão.

beijinho!

Amizade disse...

Olá amiga

Lindíssimo o poema.

Os teus amigos do Farol desejam-te uma Santa e Feliz Páscoa com muita Saúde, Paz e Amor.

Argos, Tétis e Poseidón

ONG ALERTA disse...

Maravilhosas palavras uma pascoa iluminada beijo Lisette.

manuela barroso disse...

A noite, sempre ela a confidente, a amiga e a solidão que só o é quando algo nos completa.
Como sempre a inspiração mora aqui em poemas docemente belos!
Boa Pascoa Rosa
Abraço

sandrafofinha disse...

Oi oi querida!! Venho tambem desejar-te uma excelente pascoa e agradecer-te pelo teu comentario no meu blogue. que a tua pascoa seja bem docinha e ternurenta. mil beijinhos amiguinha.

SOL da Esteva disse...

Rosa, Querida

A noite é o tempo das grandes memórias e dos grandes sonhos. Curiosamente, é pela noite que os pensamentos e sentimentos se tornam mais límpidos e claros.
Um lindo Poema, Amiga.

Beijos

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.pt/

Lia disse...

A noite....amiga, solidária com as dores maiores, onde todos ficamos despidos e a sós com as nossas fraquezas. Adorei o último verso...é assim mesmo que acontece a maior parte das vezes.....
Bjs Rosa e uma Excelente Pascoa.

mundo da lua disse...

no abandono da noite nascem os filhos dos poetas

adorei suas palavras.

Graça Pereira disse...

A noite...e a sua contradição : convida ao amor e pode ser "cais de solidão"
Beijo e uma santa Páscoa.
Graça

Nilson Barcelli disse...

Mais um magnífico poema.
Gostei muito.
Rosa, querida amiga, desejo que tenhas uma boa Páscoa.
Beijos.

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje passando para desejar uma Páscoa Feliz e cheia de amor e paz, junto de todos que lhe são queridos.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

mixtu disse...

à noite ele vem
depois de um dia na serra
ele vem
e eu... dispo-me da desilusão
e visto-me do desejo...

num cais que era de solidão...

:)

abrazo serrano

mixtu disse...

。°º..(
。°º.(,)
。°º|::::|.☆¸.¤ª“˜¨
。°º|::::|)/¸.¤ª“˜¨˜“¨
。°º|::¸.¤ª“˜¨¨˜“¨
。˛º°%¤ª“˜¨¨
°°º❊#ª“˜¨

Luís Coelho disse...

Um poema lindíssimo.
Os sentimentos do autor parecem ser os nossos e todo esse sentir lhe dá beleza e alma própria.

ana costa disse...

É no cair da noite que os corações solitários sentem o vazio e o peso da solidão...
Muito lindo, parabéns!!!
Beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

a noite é cumplice de muita coisa, até da desilusão.

um poema bonito e triste.

um beijo

Sandra Subtil disse...

Tinha a impressão que já havia comentado este belíssimo poema, deve ter-se perdido o comentário.
Pena ao vento....também me sinto assim tanta vez.
Muito belo.
Beijinho

Irene Alves disse...

Gostei deste seu poema e da imagem.
Bj.
Irene

Manuel disse...

Só uma rosa conseguia perfumar de tal forma esta magnifica poesia.
Adorei todo o encanto, que em versos inspirados aqui nos deixa.

Machado de Carlos disse...

À procura de Ti

A vida corre. A vida é efêmera. Entretanto a espera continua. Passamos por desilusões aqui , ali, e acolá; e ao me deitar procuro o fim da solidão, através dos sonhos.
Eu sei dos percalços, pelos quais já vivi. Andei por caminhos a procura de ti. Encontrei-te em todas as flores que já enleei.
A procura foi vã através do grande vento, em cada fio pude sentir a voz que percorre os tempos. Haverá sempre a esperança ao abrir de um novo dia!
Canto ao contemplar os olhos teus! Vi cada centímetro dos raios que vieram a me iluminar, e tu estás nos escritos meus! Conjugo incessantemente o verbo amar em todos os seus tempos.
E ao sair do sepulcro em que vivo, almejo nova alvorada, e os violetas que iluminam minha rua. Na parede, um quadro que figura uma estrada; na última pincelada há a imagem tua que me olha sem cessar.
Enfim me deito; procuro-te ao dormir. Quero teu afago, aqui, em meu peito. Durmo ao sentir o quanto tu és essencial a mim.

Andradarte disse...

Que tivesse uma Boa Páscoa......
Beijo

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga,,,paz carinho flores e poesias...beijos e beijos.

MA FERREIRA disse...

Ola!!

Agradeco o gentil comentrio que voce deixou em meu blog e por me seguir.
Vc [e uma grande poetiza.
Amei seus poemas.
te sigo.

Beijinhos

Rogério Pereira disse...

Uma quadra
de primeira água:

Sou pena lançada ao vento
No penedo do sentir
Carta fechada no tempo
À deriva por abrir

Bonito, e mais ainda ao ser dito

BlueShell disse...

Triste como a solidão mas belo, belo ....
Beijo

Daniel Costa disse...

Rosa Branca

Amar exigirá sempre uma dose de loucura, procurando ternura. Se ela não vem a loucura se desvanece. Fica apenas desilusão com teorema.
Beijsos

Liza Leal disse...

Rosa Branca,
Grata pelo doce comentário.
Adorei ler teus tocantes versos!...

O DRINK POESIA & Cabana de Versos,
estão de portas abertas.

bjo

manuela barroso disse...

A beleza da rosa continua e estará porventura mais branca!
Que o espírito da Páscoa continue nos tempos que se vivem!
Abraço amigo querida "Roseira"!

© Piedade Araújo Sol disse...

olá

venho apenas deixar meus votos de um bom final de semana.

obrigada!

um beijo

Everson Russo disse...

Um belo sábado repleto de poesias carinhos e flores pra ti minha amiga...beijos e beijos.

Pétalas de Poesia disse...

Olá amiga Rosa!
Essa noite será triste,mas sempre virá as Auroras da madrugada, com a esperança e o amor.Que a assim seja.
Um braço amigo.
Parabéns pelo poema.

▒▓█► JOTA ENE disse...

Gosto da tua poesia ...

Beijo[ta]

PS - Novo post do 'nosso' Benfica :)

Machado de Carlos disse...

O paraíso é o resumo de uma
usina de luz
que chega aos nossos corações com
sinais de vida.
Mesmo no inverno rude,
em que estivermos,
urge viver.

Machado de Carlos

Maria disse...

Nostálgico e triste como a solidão. Que a manhã traga luz e paz.
Bom domingo e uma semana maravilhosa.
Beijinhos
Maria

Nilson Barcelli disse...

Reli e gostei de novo.
Querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijos.

nacasadorau disse...

Cada vez mais esse cais se carrega de dor.

Belíssimo poema.

Beijinho e boa semana.

Catarina disse...

A solidão é pesada, sufoca...

Duarte disse...

Belos e sentidos estes versos teus...
e que me inspiraram nos meus...

A solidão e o amor
Persistem em conviver
Num sente-se o fulgor
Na outra o esmorecer.

Um grande abraço e a minha amizade

São disse...

Quando não conseguimos dormir e a única compnhia que temos é a solidão não é coisa muito feliz, não...eu sei

Amiga, bons sonhos

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

© Piedade Araújo Sol disse...

apenas para deixar votos de uma boa semana!

um beij

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para agradecer a visita e deixar um beijinho carinhoso.

Sonhadora

mixtu disse...

à noite...
desenho

à noite
sonho...

mais um abrazo serrano

**♥✿Franciete-✿♥** disse...

Minha doce amiga, nem sempre podemos ir onde queremos que bom que isso seria.
Mas quando venho sei sempre o que te hei-de dizer nem seria preciso porque tu sabes bem o teu valor, mas para mim minha linda poetisa és e serás sempre o meu elevo.
Hoje sabes que o Google está a assinalar o poeta Antero de Quental, meu amor a tua poesia em tempos diferentes não fica nada a traz dele, tenho pena de não nos conhecermos pessoalmente seria bom mas, melhor ainda é saber que a tua amizade é igual à minha e isso nos basta, temos muito em comum e tu sabes do que falo.
Beijinhos de luz paz e muito amor porque vais de certeza precisar muito dele.