sábado, 16 de abril de 2016

Á VISTA DE TODA A GENTE

É curta e é comprida
Ora morna fria ou quente
E ás vezes anda escondida
À vista de toda a gente

É gentil quando ela gosta
Sabe dar e receber
Faz faísca quando encosta
No corpo lhe dá prazer

Também sabe dizer não
Sem ter boca p'ra falar
E mostrar a compaixão
Quem bem dela precisar

Não podia ser bombeira
Porque mesmo por querer
Ela arranja a maneira
De deixar alguém a arder

É elegante, à maneira
E sensual quando nua
E até sabe ser grosseira
Se a provocam na rua

Até de olhos fechados
O caminho vai percorrer
E procura os atalhos
Onde se irá perder

Anda sempre acompanhada
 Andar sózinha não quer
Seja noite ou a alvorada
Ela adora andar traçada
A do homem na da mulher.

Muito cuidado com o pensamento. Sabem com certeza ao que me refiro rrsss... (As mãos e os dedos claro está) Hehehe!...




Fui agraciada com o selo do Prêmio Dardos
 por pessoas muito amadas e queridas. A amiga Gracita do blog
Meninas amadas obrigada pelo selo lindo.
Eu adorei o carinho e a lembrança
História do Prêmio da Dardos:
O Prêmio Dardos é uma espécie de selo virtual criado em 2008 pelo escritor Alberto Zambade, autor do blog Leyendas de “El Pequeño Dardo” El Sentido de las Palabras. Ele selecionou e indicou o selo a quinze blogs que ele considerou merecedores do prêmio, os quais também indicaram outros 15 e assim sucessivamente, criando uma imensa corrente na internet.
O objetivo do Prêmio Dardos é reconhecer os esforços de blogueiros, a cada dia, para transmitir princípios culturais, éticos, literários, pessoais etc., manifestando a criatividade através de seus pensamentos presentes em suas palavras e textos.
Ofereço a todos os meus amigos, que o quiserem receber. 
Um abraço com carinho para todos 

42 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Poema muito bom, de duplo sentido, que nos engana mesmo. Gostei muito.
Tenha um bom fim de semana.
Beijo*

Brisa disse...

Olá minha amiga
Bem,o pensamento se altera ao ler estes versos hehehe...a mente humana é mesmo assim ;)
Mas tenho de dizer que as tuas palavras têm à mistura muita sensualidade e intensamente belas...
Bela sedução têm as tuas mãos e dedos...Adorei

Bjo e continuação de um bom fim de semana

Mário Margaride disse...

Belo poema, amiga Rosa!

Parabéns!

Beijinhos e bom fim de semana!

Mário

Cidália Ferreira disse...

Poema fantástico. Bom demais!

Beijos

Coisas de Uma Vida 172

Pedrasnuas disse...

Rosa Marota! :-) continuas a fazer excelentes rimas e eu apesar de vir cá poucas vezes... admiro-te muito. E , julgo que mereces o Prémio , um selo pelos teus dotes!!! Um incentivo para produzires mais, até lá, na outra "rua", sempre nos jogos e a esconder o talento! :-)

Beijinhos, Rosa Branca.
PN

Rogerio G. V. Pereira disse...

Dispensava o aviso final...

Aliás, até finjo
não o ter lido
pois sem ele
o poema é bem mais divertido

(parabéns pelo Dardos dado)

Elvira Carvalho disse...

Este poema me fez lembrar um outro que aprendi em menina. E que é assim:

Pode ser curto ou comprido
pode ser grosso ou delgado
Quase sempre anda escondido
quando não é procurado

Quando é preciso usar
tem a mão de o trazer
Vem direito e roliço
E seu uso dá prazer

Depois de estar metido
Em certa fenda alongada
Vai sempre diminuindo
Trazendo a ponta molhada

Uma vizinha que tenho
Espanhola forte e bela
Pede-me com empenho
Que encoste o meu ao dela.

De três sílabas é composto
E sete letras tem só
Começa em c, tem à


Não tem maldade, antigamente era usado só por homens, agora algumas mulheres também usam.
Abraço e bom Domingo

e acaba com o ó

Gracita disse...

Oi Rosa
E é tão quando podemos caminhar entrelaçados.
Uma deliciosa sensação de conforto e aconchego
Querida o seu blog é espaço soberbo onde nos agracia com tuas vicerais poesias. Portanto merece o mérito desse prêmio amada
Beijinhos no coração querida

EL AVE PEREGRINA disse...

Un pracer pasar pola túa casa. Moitos parabéns polo premio Dardos.

Unha aperta.

Aninha Ferreira disse...

ha muito tempo que nao lia um poema com rimas hehe esta fantastico

CÉU disse...

olá, querida amiga rosa branca...

sempre fui péssima para adivinhar este tipo de coisas.
os seus versos estão mto bem feitos, como já é normal. percebe-se tudo do princípio ao fim.
gostei mto da imagem, mas nem assim cheguei lá. agradeço ter dado a solução.

eu estou num percurso longo e já comecei a fazer fisioterapia, mas isto vai levar meses até ficar satisfatório.

obrigada pela sua visita e pelos seus votos.

beijos e boa semana.

CÉU disse...

esqueci-me de referir o prémio k lhe ofereceram, bem merecido, diga-se, em abono da verdade. parabéns...

já o recebi, tb, e faço exatamente como a rosa branca fez.

beijos e dias felizes.

Andreia Morais disse...

Gostei!

r: Recomendo o filme.
Beijinhos*

Janita disse...

Muito bonito o poema Rosa-Branca, olha que não levei para maldade , não! Se não chamasses a atenção nem teria voltado atrás para o reler a ver se lhe encontrava alguma malícia. Que não encontrei, mesmo.
A poesia rimada tem outra beleza, por isso eu adoro as tuas quadras.

Um beijinho muito grande e votos de excelente semana, amiga!

Janita

manuela barroso disse...

Para já muitos parabéns pelomptemio merecido . E a poesia cantante , musical leva nos a uma sinfonia de sentidos maravilhosa : mãos !
Bonito !
Beijinho

Pedro Coimbra disse...

Nada de pensamentos ínvios :)))
Beijinhos, boa semana

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um belo e fantástico poema minha amiga, gostei.
Um abraço e boa semana.

Crocheteando...momentos! disse...

Um poema brejeiro que nos dispõe bem... E que nos remota a tradições populares! Bj amigo

Graça Pires disse...

Uma rima cheia de ritmo. Deliciosa...
Beijo.

Tomás disse...

La foto es magnifica en un primerísimo primer plano y la poesía un buen acompañamiento de la misma calidad.

Saludos.

Andradarte disse...


Malandrice.......Voltei a ler e só vi malandrice.....
Muito bem feito....Adorei
Beijo

São disse...

Parabéns pelo Prémio merecido.


Gostei da marotice de duplo sentido :)


Boa semana

O Árabe disse...

Muito bom, amiga! Inteligente e bem construída. Agradou-me muito o seu blog! Boa semana.

Mona Lisa disse...

Magnífico , musical e sensual poema.

Adorei!

Beijinhos.

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Para uma mente sã
Não se encontra nada errado.
A pureza dum estado
Também pode ser pagã
Por se haver manifestado.



Beijo
SOL

© Piedade Araújo Sol disse...

gostas de fazer rimas e estas estão bem rimadas....

beijinhos

:)

Fê blue bird disse...

Quando a malícia vira poesia, faz magia! :)
Adorei o poema!

Muitos parabéns pelo prémio.
Um beijinho

Kasioles disse...

Me has hecho sonreír con tu bonito poema que tiene doble interpretación.
Hoy, la intención de mi visita, era agradecer las letras que, días atrás, has dejado en mi espacio para solidarizarte con mi dolor ante la pérdida de mi amiga isa.
Tu apoyo y comprensión, me han sido de gran ayuda, mil gracias.
Cariños y buena semana.
Kasioles

Nina Filipe disse...

Olá minha linda já tinha pensado em por um anuncio no jornal, procura-se uma linda rosa branca que um dia passou na minha vida.
Mas não foi preciso porque quando uma amizade é verdadeira ela aparece sem que a tenhamos de procurar...gostei dos versos malandrecos, mas realmente só quem tenha a mente suja os leva para a maldade, tenha uma santa e feliz noite quanto aos meus netos a neta já vai fazer 13 anos e deixou de nos falar, o pequeno está lá longe e penso não o ver tão depressa pois a mãe mais uma vez se afastou de mim, só sei que ela também é mãe.
Beijinhos querida, a minha saúde também já se vai cansando deste velho corpo.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Mais um lindo texto,
tão cheio de ternura
e alegria...

Um imenso abraço para ti...

Jaime Portela disse...

Um poema/adivinha maroto e muito bem urdido. Não era fácil chegar às mãos, não fossem a foto e a solução no final.
Gostei imenso, é magnífico.
Continuação de boa semana, querida amiga Rosa Branca.
Beijo.

Vinicius disse...

Bom dia.Sou visitante novo e gostei muito do seu blog, parabéns.Linda essa poesia'' a vista de toda gente'', inspiradora.
Abraço.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, sou de opinião que o devemos ter cuidado em não ter pensamentos, devemos é ter muito pensamentos, a imagem é cativante, parabéns pelo prémio merecido.
AG

Maria Rodrigues disse...

Adorei os versos.
Minha amiga merece sem sombra de dúvidas o prémio que recebeu.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Duarte disse...

Beleza no verso, como na imagem, bastante elucidativa. Gosto.
Bom fim de semana e um grande abraço

Odete Ferreira disse...

Que encanto de poema, amiga! Se não dissesses, ficariam os pensamentos marotos!
Parabéns, gostei muito!
Bjo :)

Mário Margaride disse...

Passei por aqui, para reler este lindo poema, e desejar-te um ótimo fim de semana!

Beijinhos!

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Rosa.
À primeira vista não lhe entrevi a marotice. Saiu divertido, para encantar-nos a vida, por momentos =)
bj amg

O Árabe disse...

Boa semana, amiga. Aguardo o próximo post!

Dorli Ramos disse...

Oi querida,
Quando se ama demais, as noites são curtas e a vigilância é longa. Vira uma doença do medo de acordar e não ver nosso amor ao nosso lado, o desespero toma conta e às vezes ele foi só ao banheiro.
Temos que confiar em nosso "taco" e ser feliz
Parabéns pelo Dardos
Obrigada pelo carinho
Beijos no coração
Minicontista2

O Árabe disse...

Boa semana, amiga. Aguardo o próximo post!

Wonder Alves disse...

Olá minha querida e adorável poetisa, vim de muito longe ler seus belos dizeres, e ao fim de cada um destes deixar-te um bj em seu coração...