domingo, 8 de fevereiro de 2015

ABRO OS BRAÇOS

P'ra que quero um coração
Se dentro deste meu ser
Eu tenho a condenação
De sem ti ter que viver

P'ra que quero a alegria
Se não vejo o teu olhar
E fico nesta agonia
De não te poder amar

P'ra que quero a esperança
Se dentro do peito meu
Chora sempre a lembrança
Do sabor dum beijo teu

P'ra que quero eu escrever
Pois não sei se a seguir
Acaso me virás ler
Ou se rasgas meu sentir

P'ra que quero a solidão
Se no meio deste frio
Deixei secar o meu rio
Mas os sonhos esses não

Abro os braços à ternura
Porque a saudade só quer
Vestir a tua loucura
No meu corpo de mulher.

34 comentários:

Santa Cruz disse...

Rosa: Que belo poema gostei muito de ler. Bom fim de domingo e boa semana.
Beijos
Santa Cruz

Elvira Carvalho disse...

Lindo.
Um abraço

Andradarte disse...

Maravilha....Cada vez
melhor...Lindo
Beijo

Nilson Barcelli disse...

Voltaste a escrever... e bem, porque este teu poema é magnífico. E a última quadra é de mestre.
Gostei muito, adorei as tuas palavras poéticas.
Tem uma boa semana, querida amiga Rosa Branca.
Beijo.

Rui Pascoal disse...

E como lhe assenta bem.
:)
Lindo!

:.tossan© disse...

Lindo poema, com um refrão dá letra de música da boa lógico! Obrigado por compartilhar a sua arte de escrever e poetisar. Bj

SOL da Esteva disse...

Questionas o querer
Porque sentes a tristeza.
Mas não há maior beleza
Que um sentir de Mulher.



Beijo


SOL

EU disse...

Na verdade o coração tem de servir a sua função: amar. E ama. Contudo, nem sempre temos a pessoa que mais queríamos e aí surge o desalento...
Gostei imenso, querida.
E não deixes de abrir os braços!
BJO :)

Andradarte disse...

Todos queremos ler o que escrever...
Beijo

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Rosa
Um poema triste, mas temos que aprender a sermos felizes sozinhos.
Bjux

A.S. disse...

Dentro de um abraço cabe um universo!...


Bjusss
AL

SOL da Esteva disse...

Releio e sinto ser, este, um grande Poema.




Beijo



SOL

SOL da Esteva disse...

Releio e sinto ser, este, um grande Poema.




Beijo



SOL

Manuel disse...

Há tanto tempo ausente que eu já não acreditava no regresso.
Mas está aqui, e isso é o mais importante.
O poema é lindo, o que é normal, porque é eximia a cantar o amor e as voltas em que nos leva embalados.
Continue cara amiga!
Um beijo

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Além de recolher a inspiração
deste maravilhoso espaço
de sentimentos e amizade,
aproveito a visita para convidá-la
a partilhar a alegria,
de ouvir um poema de minha autoria
musicado em Minas Gerais.

O mesmo se encontra no meu blog
www.sonhosdeumprofessor.blogspot.com.br

e para mim,
ter este poema
escutado por pessoas
que fazem do mundo virtual,
um mundo melhor,
será um tributo a felicidade.

Graça Pereira disse...

Maravilhoso!! É a alma a escrever e...o coração a sofrer!!
Beijo
Graça

Manuel disse...

Venho sempre até este cantinho que adoro.
Vamos estar bem com o mundo e publicar coisas lindas.
Um beijo

Nilson Barcelli disse...

Voltei para ver as novidades. Que não há...
Boa semana, querida amiga Rosa Branca.
Beijo.

CÉU disse...

"Pra que quero"? Ora, ora, para demonstrar aquilo que, na realidade ou não, sente, e que tão bem transmite.
As duas últimas quadras são a chave do poema. E então, a última, "derrama-se", sem hesitar.

Bom fim de semana, de braços abertos, preferencialmente!

Edumanes disse...

Amiga Rosa Branca, hoje é o seu dia,
tinha que vir aqui deixar uma palavra
hoje e sempre, seja muito feliz, sorria
de dor não deixa cair dos olhos nenhuma lágrima,
de alegria deixa elas correrem pelas faces à vontade
para você no pensamento envio uma flor
em sua companhia tenha a felicidade
sempre com carinho e muito amor!

Tenha um bom dia de domingo
e tudo mais o que desejar, um beijinho.

Para todas as mulheres desejo,
hoje e sempre que sejam muito felizes.
Eduardo.

Manuel disse...

Oh cara amiga, o tempo não está para tantas férias. Vamos voltar, estou à espera!

Maré Viva disse...

Belo poema lindamente rematado com a última estrofe

"Abro os braços à ternura
Porque a saudade só quer
Vestir a tua loucura
No meu corpo de mulher."

Gostei!
Bjs.

Ghost e Bindi disse...

Que lindo poema, Rosa Branca...lindo de doer, de fazer sonhar, e sentir saudades de um tempo que nunca existiu...
Um abraço!

Bíndi e Ghost

CÉU disse...

Olá, querida Rosa!

Passando para ver se havia novidades poéticas, mas ainda não.
Quando quiser, apareça no meu blogue. Há uma "coisita" nova para ler.

Um bom fim de semana, aliás, bom domingo, mais propriamente!

Beijinhos.

Maria Rodrigues disse...

Um abrir dos braços à saudade.
Nostálgico e belo poema.
Ontem foi dia Mundial da Poesia, não deu para vir felicitá-la mas deixo hoje, os meus Parabéns e o meu Obrigado, pelos momentos especiais que nos oferece, através dos seus lindos poemas.
Beijinhos
Maria

SOL da Esteva disse...

Te desejo uma Santa e Feliz Páscoa


Beijos


SOL

CÉU disse...

Olá, querida amiga!

Como está?

Passando para lhe desejar uma Páscoa muito feliz.

Beijinhos.

Ricardo- águialivre disse...

Boa tarde.
Independentemente da publicação que está fantástica, o blogue http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/, deseja que passe(m) um DOMINGO de PÁSCOA muito feliz - com muito Amor, Paz, Saúde, e muitas amêndoas docinhas - se possível junto da família e/ou amigos de verdade.
Deixo cumprimentos.
Ricardo, Águia_Livre

Elvira Carvalho disse...

Passei por aqui. Tenho saudades amiga. Que se passa? Está doente ou cansou dos blogues?
Um abraço e tudo de bom para si.

Uouo Uo disse...

thank you

سعودي اوتو

Maria Rodrigues disse...

Passei para desejar um bom fim de semana e deixar um beijinho.
Maria

Elvira Carvalho disse...

Passei esperando que esteja bem.
Deixo um abraço e votos de uma óptima semana

Jaime Portela disse...

Há muito tempo que gosto da sua poesia e do seu blogue.
Por isso, estou certo que vou continuar a passar por aqui muitas vezes. Mas é preciso que escreva...
Saudações poéticas.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

O coração é o templo do amor.
Mas só tem sentido
se habitado por alguém.
De que valem as suas catedrais,
se falta a vida que desejamos
para contemplá-la?

_______________________________

Desejo que desejes ser feliz.
Toda felicidade do mundo
começa com um simples desejo de alegria.