sexta-feira, 3 de outubro de 2014

BATE LEVE, LEVEMENTE





































Bate leve, levemente
Na minha alma o sentir
Se bate tão docemente
Decerto que vai abrir

Bateu e até murmurou
Palavras que sem saber
Que a porta se fechou
Porque não as queria ler

Com a dor acaricia
A boca seca da vida
Mas a porta se desvia
Da rua anda perdida

Corre, grita pela rua
Bate com intensidade
Mas, a minha alma nua
Se vestiu com a saudade

Decide então jogar
A última dor que perdura
P'ra conseguir afogar
Neste mar de  amargura

Bate leve, mas que importa
E continua a bater
A minha alma está morta
E, já não há outra porta
Onde me possa esconder.

76 comentários:

Mona Lisa disse...

Belo e melancólico poema!

Beijinhos.

Andradarte disse...

" Mas, a minha alma nua
Se vestiu com a saudade"

Também já tinha saudades de a ver por aqui.....
Bom fim de semana
Beijo

Daniel Costa disse...

Rosa Branca, apesar de teres andado sumida, os teus bonitos poemas, continuam a ter vida. Amei este te poema, que achei belo.
Abraços

Manuel disse...

Obrigado, muito obrigado pelo regresso.
Fico muito feliz.
Gostei muito do poema, um pouco melancólico mas cheio de sensibilidade.

Elvira Carvalho disse...

Gostei do poema apesar da tristeza e do desespero com que termina.
Um abraço e bom fim de semana

EU disse...

O sentir é um pau de dois bicos: ora exalta o encanto, ora o desencanto. Este poema bem rimado, pendeu para o lado sofredor. Ficou belo poeticamente. Se apenas for um momento, ótimo. Viver em amargura é um estado depressivo...
Gostei imenso, Rosa-Branca.
Meu bjo :)

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Poema saudade.O amor sopra se os ventos ajudarem. O sopro pode ser leve ou pode ser de raspão.
Precisamos abrir as portas e deixar livre o coração.

manuela barroso disse...

Nada pode resistir a um bater de poesia assim: muito belo
Obrigada pelo seu carinho roseira !?

Pérola disse...

Quanta delicadeza nesse incessante bater.

Gostei dessa nudez poética.

Beijinhos

São disse...

Augusto Gil ficaria orgulhoso de ter inspirado tão belo poema, amiga.


Excelente semana

Nyce Pinto. disse...

Amiga Rosa Branca, que bom que está voltando! Belíssimo poema, um pouco triste, mas lindo, lindo! "Bate leve, levemente..." Que assim seja tudo na vida, leve como teu poema e cheio de ternura! Uma feliz semana! Abraços...

Lídia Borges disse...

Já tive oportunidade de dizer que gosto muito deste modo de "poetar", em estrofes pequenas, onde o ritmo, a cadência, a rima se juntam para nos embalar.
Quanto ao conteúdo... Uma melancolia de outono que julga "morto" tudo o que adiante será flor.

Um beijo

Ives disse...

É uma linda canção! linda canção

SOL da Esteva disse...

Bate leve, levemente...
Volta a bater, outra vez!
Bater na porta da gente,
Acorda a Alma, que sente,
Que está viva, como vês.



Beijos


SOL

© Piedade Araújo Sol disse...

melancolia em quadras....

:)

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, poema lindo, seu modo de poetizar é maravilhoso pela simplicidade com que escrever, torna-se fácil interpretar.
AG

http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

Brisa disse...

É encantador o teu cantinho...

Uma bela forma de poesia em quadras...Adorei

JOTA ENE ✔ disse...

"... como quem chama por mim" lol

Sempre bem na poesia que apresentas!

Beijo!

Ghost e Bindi disse...

Lindo, Rosa-Branca!
Vez por outra, a alma precisa descansar da montanha-russa de sentimentos e sensações...e deste silencioso repouso, como os campos a lavrar, pode surgir a colheita futura, madura de experiências. Dizem que a melancolia ensina mais que a alegria...ensina coisa diferentes, por certo, mas de tudo podemos levar para enriquecer nosso espírito.
Um grande abraço, do Brasil

Bíndi e Ghost

Marta Vinhais disse...

E fala da saudade em palavras tão leves e tão ternas...
Gostei muito...
Obrigada pela visita; espero que volte...
Beijos e abraços
Marta

Nina Filipe disse...

Olá meu anjo bom, anjo amigo posso não vir aqui muitas vezes talvez falta de tempo, tendo todo o tempo do mundo, mas o certo é apesar de ter tempo ele me foge por entre os dedos, o meu ADN já não conrresponde como eu quero mas que Deus me dê a capacidade de um dia partir como me encontro hoje com lucidês e cordenação de movimentos.
Querida os seus poemas são a minha delicia desde o primeiro dia em que te comentei, eles nunca perderam nem a cor nem o sentimento, amiga do meu coração que Deus sempre te proteja, bom fim de semana com beijinhos de que te quer muito bem.
PS:amiga vou ser novamente avó de um Guilherme que vai ser irmão da Bia da parte da mãe, irá na graça de Deus nascer fins de dezembro principios de Janeiro, na volta ainda vem no dia da avó "12".

Nilson Barcelli disse...

Ainda um pouco zangada, mas conseguiste fazer um belo poema.
Gostei muito.
Continua, toda a gente adora a tua poesia.
Tem um bom fim de semana, querida amiga Rosa.
Beijo.

Pedrasnuas disse...

Já tinha saudades dos teus versos, melancólicos ou não! Não te prives nunca de os escrever ! Beijinho grande

DE-PROPOSITO disse...

A minha alma está morta
-----------
Há momentos assim. Mas, depois há um ressuscitar. E a vida volta ao 'quase' normal.
---
Felicidades
MANUEL

. intemporal . disse...

.

.

. e a chuva não bate assim . :) .

.

. um beijo meu .

.

.

Maré Viva disse...

Lindo poema, ainda que repleto de amargura,revela uma grande sensibilidade!
E não te esqueças, a alma nunca morre, só tens que lhe abrir a porta para as coisas boas entrarem.
Um beijo.

Manuel disse...

Só para desejar uma boa semana!

Rui - Olhar d'Ouro disse...

Poemas com vida, vidas com poemas!
Boa semana!

Wanderley Elian Lima disse...

Adorei receber sua visita em meu blog. Adorei também o poema.
Bjux

Janita disse...

Minha querida amiga.

Nunca sei o que dizer dos teus poemas, porque todos representam um bocadinho do teu sentir, do que te vai na alma e são de uma beleza imensa.
O bater leve...levemente, não impede que seja ouvido e a porta se abra para ti.

Quero agradecer as tuas visitas e manifestações de amizade que, como sabes, retribuo com igual carinho.
Desejo que esteja tudo bem contigo e família.

Beijinhos, minha querida!

Janita

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

manuela baptista disse...

balada da neve

e do desencanto


Evanir disse...

Minha amiga.
Por favor quando ler meu comentário por favor responda.
Sempre amei seus poemas e quantos deles postei no meu blog.
Gostaria de ter sua permissão para voltar a postar.
Uma vez mais retorno a postar poemas de amigo e amiga especial.
Para mim os melhores poetas e poetisas de todos os tempos.
Um abençoado final de semana beijos,
Evanir.

Manuel disse...

Leve, levemente deixo um beijinho.

Maré Viva disse...

Bati e entrei...para deixar um beijo, com votos de boa semana.

Emília Pinto disse...

Quando a alma se sente morta, o sentimento bate à porta mas não consegue resposta. É assim tantas vezes, amiga! Mas todos os dias há um novo começo e com ele a esperança surge renovada, pois quando uma porta se fecha outra se abre, se tivermos força para a empurrar.As vezes a nossa alma está tão zangada que se quer esconder, mas o tempo ajuda a que tudo passe e aos poucos ela volta a creditar que o coração vai sossegar e de novo amar com cor, muito brilho e sem dor.. Lindos os poemas, apesar de triste. Mas a vida não é só alegria, também é dor e isso não se pode mudar. Beijinhos
Emília

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Lindo demais, porém um tantinho melancólico.
Amei, um abraço e felizes dias.

Santa Cruz disse...

Rosa Lindíssimo poema gostei muito de ler- Tudo de bom para ti.
Beijos
Santa Cruz

Manuel disse...

Não tarda vou bater um pouco menos leve.

manuela barroso disse...

Quando a poesia mora dentro de poeta, nascem rios assim: belos!
Beijinho Roseira

Maré Viva disse...

Não te escondas mais, as rosas são para ser admiradas!
Um abraço.

Ghost e Bindi disse...

Boa noite amiga, mais uma vez lemos seu belíssimo poema, real, profundo e triste, como o são certos momentos da vida.
Um ótimo final de semana!
Bíndi e Ghost

José María Souza Costa disse...


Olá, Rosa Branca

Bom tudo para nós.
O que trazemos na memória, da velha infância ?
Também, não sei.
Portanto estou cá, para desejar um dia agradável, refletindo que, a maior obra do Criador, é você.
Um abraço.

A.S. disse...

Muito lindo!...

Bjuss
AL

Manuel disse...

Vou bater levemente. Pode ser que alguem apareça!

DE-PROPOSITO disse...

Batem leve, levemente,
como quem chama por mim.
Será chuva? Será gente?
Gente não é, certamente
e a chuva não bate assim.

É talvez a ventania:
mas há pouco, há poucochinho,
nem uma agulha bulia
na quieta melancolia
dos pinheiros do caminho…

Quem bate, assim, levemente,
com tão estranha leveza,
que mal se ouve, mal se sente?
Não é chuva, nem é gente,
nem é vento com certeza.

Fui ver. A neve caía
do azul cinzento do céu,
branca e leve, branca e fria…
. Há quanto tempo a não via!
E que saudades, Deus meu!

Olho-a através da vidraça.
Pôs tudo da cor do linho.
Passa gente e, quando passa,
os passos imprime e traça
na brancura do caminho…

Fico olhando esses sinais
da pobre gente que avança,
e noto, por entre os mais,
os traços miniaturais
duns pezitos de criança…

E descalcinhos, doridos…
a neve deixa inda vê-los,
primeiro, bem definidos,
depois, em sulcos compridos,
porque não podia erguê-los!…

Que quem já é pecador
sofra tormentos, enfim!
Mas as crianças, Senhor,
porque lhes dais tanta dor?!…
Porque padecem assim?!…

E uma infinita tristeza,
uma funda turbação
entra em mim, fica em mim presa.
Cai neve na Natureza
e cai no meu coração.

Augusto Gil

Miguel disse...

Olá, Rosa
Gostei muito de te ver no «DEUSA».
Há tanto tempo não aparecias que eu já tinha saudades.
Só os muitos afazeres me impedirem de ir bater à tua porta :)
Na verdade... a distância também não é assim tão curta, presentemente...
E depois... costumo bater tão levemente... que certamente não me ouvirias... :)
Fora de brincadeiras, gostei MUITO deste teu poema em forma de quadras.
No dia 24 publicarei novo post.
Espero-te lá...

Bom fim de semana.
Um beijo
Miguel

Pedrasnuas disse...

Adoro ler as tuas quadras bem ritmadas. Se Deus te deu esse dom, nunca os deixes esmorecer.

Beijinhos com carinho
PN

Manuel disse...

Vamos combinar uma coisa?
Volta, deixa um belo poema e faz uma pausa. Assim sucessivamente.
Eu sou, sei que sou, teimoso por boas causas!

Manuel disse...

Vamos combinar uma coisa?
Volta, deixa um belo poema e faz uma pausa. Assim sucessivamente.
Eu sou, sei que sou, teimoso por boas causas!

Mateus disse...

E por falar em saudade... fazia tempo que eu não passava por aqui (e por outros cantinhos que adoro. Ando num eterno rush). Já fazia falta.

Bjos

© Piedade Araújo Sol disse...

obrigada pela visita.
bom final de semana.
beijo
:)

Maria Rodrigues disse...

Tão triste mas tão belo.
Beijinhos
Maria

Manuel disse...

Só um beijinho...de saudades.🎅🎄🎅🎄🎄🎅🎄🎄🎅

Evanir disse...

Guardo os pequenos detalhes desse
ano caminhando a seu lado,
em minha memória e no meu coração ,
tens um lugar eterno e especial
onde guardo nossa amizade.
Obrigada..Obrigada de todo coração..
Você é tão especial que deixa marca no coração,
quando ausente sinto saudades.
Preciso demais da sua companhia...
A vida é uma grande escola ,
onde plantamos e se escolhermos boas sementes,
certamente vou colher as mais belas flores.
E fazer dessas flores que dei o nome de amizade,
as mais belas e perfumadas no jardim da minha
existência.
Um abençoado final de semana.
Um santo Natal para você e sua belíssima família.
Carinhosamente.
Evanir.

Giancarlo disse...

A Natale tutti ritorniamo bambini! Allora ti auguro che la gioia, la pace e l'allegria, possano accompagnarti per tutti i giorni dell'anno. Buon Natale

Miguel disse...

Venho desejar…

UM NATAL MUITO ALEGRE E FELIZ, COM PAZ E MUITO AMOR NO CORAÇÃO.

Um beijo
Miguel

PS – Às 0 horas do dia 22 publiquei novo post no DEUSA

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga, hoje venho especialmente para desejar um Natal muito Feliz e que o novo ano seja repleto de alegria, saúde, paz e amor. “A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (autor desconhecido)
Beijinhos
Maria

Marilu disse...

Um momento doce e cheio de significado para as nossas vidas. É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca. É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações. É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui. Noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia.
Desejo a você e a todos aqueles a quem mais ama um Feliz e abençoado Natal. Beijokas

poesia de vieira calado disse...

Caríssima!
Passado que foi o Natal, aí vem um novo ano!
Que ele seja frutuoso e alegre!

Manuel disse...

Feliz 2015🎉🎊🎉🎊🎉🎊🎉🎉🎊🎉

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Desejo para ti
braços bem abertos
para receber com carinho
o ano que se aproxima.
Ele traz um presente:
- Uma vontade de que olhes
para alguém ou para alguma coisa,
com olhos de primeira vez.
Recebendo este presente,
as sementes de alegria que te habitam,
estarão recebendo seu melhor alimento,
e assim se transformarão em realidade,
perfumando sua vida e sua alma
com sua maravilhosa, única e infinita
essência de felicidade.

Um ano novo de olhares novos para ti.

Aluísio Cavalcante Jr.

Elvira Carvalho disse...

O ano está a terminar, e passei para agradecer a companhia na caminhada difícil que foi este ano de 2014, e desejar que 2015 seja um bom ano, não só para mim e todos os meus amigos, mas também para a humanidade em geral.
Um abraço amigo e até para o ano, se Deus quiser.

EU disse...

Vim deixar um bjinho e desejar um ótimo 2015.
Bjo, querida :)

José Ramón disse...

Que este venidero 2015 nos traiga todo lo bueno de este año. Saludos

Edumanes disse...

PARA ROSA BRANCA E SUA FAMÍLIA,
DESEJO FELIZ ANO NOVO.

Para que tudo de bom na vida mais evolua!
nasce o sol todos os dias para a terra iluminar
de noite brilham no céu as estrelas e a Lua
para o recebermos a sorrir quando chegar!
O Ano Novo que aí vem seja melhor,
do que o Ano velho ficando para trás
venha ele carregado de carinho e amor
muita saúde, felicidade, alegria e paz!

Um beijo,
Eduardo.

Miguel disse...

VEJA NO MEU BLOG:
Aproveito esta linda imagem para desejar a toda(o)s um ANO NOVO pleno de felicidade.
Peço desculpa a quem ainda não retribuí as amáveis visitas, o que farei com a maior brevidade possível.
Obrigado! Um beijo
MIGUEL

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Que o ano de 2015 seja pleno de amor e felicidade...de paz e fraternidade...repleto de realizações e de sonhos concretizados.
E mesmo se as mãos estiverem vazias...que a esperança seja um sorriso esperando pelo futuro e iluminando o caminho para que a vida seja um suave tapete de pétalas e todos os dias do Novo Ano se pintem com o azul de uma serena madrugada.

E obrigada pelo carinho e amizade que me aquece o coração e me dá alento para continuar a minha caminhada.

FELIZ ANO NOVO
Um beijinho
Sonhadora

Giancarlo disse...

Ti Auguro un anno splendente che ti regali i suoi riflessi più belli e i suoi raggi più caldi ogni giorno, come se il sole splendesse sempre. Buon 2015, e che sia come lo vuoi tu. Auguri.!

Miguel disse...

Esta minha visitinha rápida não invalida que eu volte com mais tempo e comente.
O “copy & paste”, de que me estou servindo e só uso quando não tenho alternativa, serve apenas para agradecer a tua última presença no ÉS A MINHA DEUSA.
Que 2015 seja particularmente benéfico e realize os teus sonhos.
Até tão breve quanto possível. Obrigado pela compreensão.
Um beijo/abraço.
MIGUEL

Rita Sperchi disse...

Mil felicidades pra vc e quando voltar bate e entre seja bem vinda novamente e post esse delicioso poemas bjusss

Abraços de bom final de semana

└──●► *Rita!!

Nilson Barcelli disse...

E se acabasses com esta greve e voltasses a publicar os teus belos poemas?
Fico à espera...
Bom fim de semana, querida amiga Rosa Branca.
Beijo.

JOTA ENE❗ disse...

... como quem chama por mim !!!!

cristina disse...

Que saudade deste cantinho....EStou de volta a blogosfera e voltando para as visitas aqueles que tanto gosto, me deleitar nesses pensamentos perfeitos que encontro aqui...

Cristina lira
passossilenciosos.blogspot.com

Lídia disse...

PASSEI PAREI E VI, QUE LINDA A ENTRADA E TODO O CONTEÚDO DESTE ESPAÇO,DEIXO UM GRANDE BEIJINHO!!!

LÍDIA FRADE

Miguel disse...

Olá, Rosa
Obrigado pela tua presença no meu cantinho.
Tens razão, a Itália, para além de ser um país muito bonito, é mãe de grandes cantores.
Claro que todos eles acabam por se internacionalizar e actuar em todo o mundo, mas... não deixam de ser italianos :)

Desejo-te um óptimo Domingo.
Um beijo
MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA