sábado, 19 de maio de 2012

QUEM FOI?































Quem foi que me fez poema
Nas asas deste meu mar
Me transformou em dilema
Só p'ra não poder voar

Quem me deu esta saudade
E o direito de assim viver
Deu-lhe a eternidade
Só p'ra ela não morrer

E quem me deu a amargura
Decerto não conhecia
O caminho da ternura
Nem o brilho da alegria

Quem é que me deu os sonhos
E se esqueceu de avisar
Que os pesadelos medonhos
Não deixam ninguém sonhar

Quem me deu a cruz então
Que eu ando a carregar
Não me ensinou a oração
Para eu poder rezar

Quem foi que me deu um beijo
E não me ousou dizer
Que deixava um desejo
No meu sentir a bater.

39 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

quadras muito bem rimadas e muito bonitas.

a foto é também muito bela.

um bom fim de semana

Beij

MA FERREIRA disse...

Ah..quem não sentiu a dor da saudade não sabe direito o que é o amor!!

Um beijo..bom fds!!

Mona Lisa disse...

Belo e nostálgico poema onde se navega num mar de amargura...

Beijos.

BlueShell disse...

Todo o poema é belíssimo e pleno de sentires...me tocou demais a quadra:"Quem é que me deu os sonhos
E se esqueceu de avisar
Que os pesadelos medonhos
Não deixam ninguém sonhar"...porque isso é o que sinto tanta vez. Parabéns e desculpa o meu atraso em retribuir as visits. Bj

Sandra Subtil disse...

Mas deu-te também a inspiração e isso compensa o resto.
Beijinho

SOL da Esteva disse...

Querida Rosa

Saberás quem te tornou Poema, te deu saudade, amarguras e sonhos; quem te deu Cruz do sacrifício, quem te formulou um desejo, que sentes, no peito, a bater.
É só olhar em teu redor. Algures, há imenso Amor.
Linda Poesia, Amiga.

Beijos

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.pt/

Santa Cruz disse...

Rosa: Seja quem fosse que deu deu um lindo poema, adorei é sempre bom ler as tuas poesias.
Beijinhos
Santa Cruz

Manuel disse...

Magnifico este poema. Sentido, triste, romântico mas, intensamente, poético.

Evanir disse...

Lindo seu poema amiga querida.
Eu também estou me perguntando.
Quem foi que me deu a cruz que ando a carregar.
Esta um pouco dificil mais Jesus poderá resolver.
Beijos linda e abençoada semana.
Evanir..

✿ chica disse...

Maravilhoso poema e imagem linda também!Teu blog é um capricho! beijos,chica

Cecília Romeu disse...

Rosa-branca,
nem tudo se explica, em especial as coisas que se calam no coração, no silêncio da alma, onde as coisas se bastam.

Beijos e obrigada pela visita,
ótima semana!

Andradarte disse...

O amor...precisa do sonho e da saudade
para se enraizar.
Beijo

Everson Russo disse...

Muito belo minha amiga, essa passagem do amor que deixou um gosto de mistério e saudades...beijos de boa semana pra ti.

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Rosa!

Neste mundo que por vezes nos parece tão injusto, este é sentido queixume em forma de lindo poema.

Beijinhos.
Boa semana
Vitor

manuela barroso disse...

Sempre uma construção poética doce e suave em feliz consonância com uma linda e feliz imagem.
Sempre um prazer saborear estes perfumede maio.
Grande abraço, Roseira-poeta!

Nilson Barcelli disse...

Escrito com o coração...
Magnífico poema, gostei imenso.
Rosa Branca, querida amiga, tem uma boa semana.
Beijo.

Irene Alves disse...

Pois é minha amiga nesta vida
estamos sujeitas ao que o seu
poema diz.
Muito bom.
Beijinhos
Irene Alves

A.S. disse...

Nas belas rimas do poema encontrarás todas as respostas!...


Beijos!
AL

elvira carvalho disse...

Gostei do poema. Já o tinha lido, mas por qualquer coisa esqueci de comentar.
Um abraço

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

É sempre um deleite passar por aqui e ver tão sublime forma de escrever!

:.tossan® disse...

Lindo! Lindo demais...Deliciei-me. Bj

Vera Lúcia disse...

Olá Rosa-Branca,

Poema intenso e lindo.

A imagem é um encanto.

Beijo.

GRAÇA disse...

Quadras muito lindas e a imagem perfeita!
Mais uma vez nos presenteastenos com tua visita que adoramos sempre ! pena a mami não ter mais tempo para vir ler todos os teus poemas
Beijinhos da mami e muitos ronrons meus
Graça e Kika

Elcio Tuiribepi disse...

Um belo poema, forjado em indagações que só mesmo o autor tem a resposta...
Um abraço na alma...
beijo

**♥✿Franciete-✿♥** disse...

Meu bem que maravilha de poema que coisa mais linda assim como a tua alma, só teu sofrer te ensinou a escrever assim, tiram-te muita coisa mas essa linda veia de poetisa jamais te a podem tirar, contigo nasceu e contigo irá para sem, meu anjo lido recebe desta tua amiga que te quer muito, beijinhos de luz e muita paz que bem mereces...

Daniel Costa disse...

Rosa-Branca

Quem foi não posso saber. O que sei é que o poema é de elegante inspiração.
Beijos

Magia da Inês disse...

¸.•°`♥✿⊱╮
Passei para conhecer sua poesia.
Amei o seu blog!!!
Beijinhos.
Brasil.
♥✿⊱╮

Kim disse...

Quem foi?
Foste tu, aquela que carrega a cruz das palavras, o desejo da oração e os pesadelos sonhados.
Felizmente que, quando entra a poesia saem os fantasmas dos dias mal respirados.
Tu és uma roseira, logo, sempre pronta a despontar por entre os cardos do mal.
Beijinho minha querida amiga

Marcia disse...

Muito lindo minha querida!Deixo aqui meu carinho!

Manuel disse...

Há poemas que devem ser lidos e relidos.
Voltei para o ler de novo.

ana costa disse...

è a segunda vez que venho ler este teu tão lindo poema, não consegui resistir!
Ele é feito de lindas palavras de amor...
Beijo amiga

Jorge Pimenta disse...

quanto de nós é dúvida e inquietação?... mas é apenas em turbilhão que o inefável se basta.

beijinho!

Vivian disse...

Olá,Rosa-Branca!

Lindo poema e imagem!!
Beijos pra ti!
Bom final de semana!

Sonhadora disse...

Minha querida Rosinha

passando para te ler...e saio daqui plena de poesia...maravilhoso como sempre.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Nilson Barcelli disse...

Rosa, querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Fabio Fan disse...

Eu vim pra te ler e dar um beijo em minha poetisa preferida que encanta com seus versos, querida por muitos quem foi que te ensinou a recitar versos lindos?

beijos

Pedrasnuas disse...

Há o verso e o reverso da medalha...Gostei muito Rosa. E a fotografia ficou ótima!!!Beijinhos e bom domingo.

Pedrasnuas disse...

Sim Rosa está escrito! Mas não estás a perder nada...Lamento sinceramente pela tua história...que presumo ter sido muito dolorosa e traumatizante!!! Obrigada pela tua presença. Virei ler o teu novo poema. Beijinho com carinho!

Mena disse...

Lindo!