sábado, 18 de fevereiro de 2012

CHORA

Chora tanto o meu sentir
Em nostalgia dobrada
Que não consigo dormir
Com a alma tão molhada

Chora até a minha dor
Que cedo se esqueceu
Do fogo que tem o amor
De saudade adormeceu

Chora a dura tristeza
Porque quando quer cantar
Há sempre alguém com certeza
Que a vai fazer chorar

Chora a linda alegria
Pois quando se está a rir
Entra logo a nostalgia
Na certeza do sentir

E esta minha amargura
Quando está a naufragar
Quer agarrar-se à loucura
E desata a chorar

E choram também os sonhos 
Que não conseguem voar
Porque os pesadelos medonhos
Os querem logo matar

Chora também o amor
Porque tão tarde aprendeu
Que o sentir se findou
E o corpo já morreu.

26 comentários:

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Ai ai ai doeu meu coração.
Triste seu poetizar, espero que seja só no poetizar, mas que sua vida seja alegria.
Linda poesia, apesar de triste,mas linda.
Linda vida, lindo amar,beijinhos no coração.

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Ai ai ai doeu meu coração.
Triste seu poetizar, espero que seja só no poetizar, mas que sua vida seja alegria.
Linda poesia, apesar de triste,mas linda.
Linda vida, lindo amar,beijinhos no coração.

Runa disse...

Às vezes, só choro tem o poder de apaziguar a dor e libertar a alma da tristeza que nos invade. O melhor, nessas alturas, é chorar mesmo... no fim, ficamos mais aliviados.

Grande abraço

Runa

Marcia disse...

Maravilhoso!
Chora também o amor
Porque tão tarde aprendeu
Que o sentir se findou
E o corpo já morreu.

Maria disse...

Minha amiga os seus versos são sempre tão sentidos, que tocam com a sua beleza a alma de quem lê.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

fabiofan disse...

Eu vim aqui para te fazer sorrir sua chorona,rsrsr olha seu poema divino vc é um talento imcomparável nas rimas,espero que ai em Portugal não esteja tão frio, aqui 35 graus.

abraço

Nuno Oliveira disse...

Mãmã, gostei mto deste poema, onde o sentimento por todo "ele" sobressai, uma infindável leveza de um sentimento tão pesado na mágoa mas, que mesmo assim, arranja a força para se manifestar...

Everson Russo disse...

Esse choro encontrará a paz...beijos de boa semana.

Santa Cruz disse...

Amiga Lindo poema adorei, perdi os meus blogues e tive que criar outros e agora não consegui seguir o teu blogue.
Beijos
Santa Cruz

Nilson Barcelli disse...

Tão triste...
Mas muito bom, este teu poema.
Rosa, querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijo.

Everson Russo disse...

Um belo dia pra você minha amiga, repleto de muita luz, muita paz,,muito carinho e muita poesia...beijos e beijos.

VITA disse...

Chorar faz bem à alma, às vezes é um mal necessário.
O poema é lindo
Beijos
Vita

Rosa Goncalves disse...

Olá amiga ! que lindo os seus poemas ! adorei adorei . beijihossssssssss

Irene Alves disse...

O choro por vezes lava a alma...
Beijinho
Irene

Luís Coelho disse...

Este chorar tem amor
Tem beleza e muita arte
Só chora porque tem dor
E no curar se reparte.

Pedrasnuas disse...

Chorar é humano e faz bem à alma.E quem chora como tu choras...com rima ...e com beleza...termina sempre em beleza!!! Beijinhos querida amiga Rosa

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga querida,,,muita paz e muita poesia...beijos e beijos.

Daniel Costa disse...

Poema a emanar um grande sentimento, imaginado e apresentado com rítmica beleza.
Beijos

auaraa disse...

Nosso quanto tempo em.
Mas em fim.
Por nossa pendenga ser a prestação jamais iremos nos esquecer.
Pois paga quem deve.
E aceita quem de direito.
Mesmo que a questão esteja em atraso.

Lindo o seu texto apesar da tristeza.
Ficar bem.
Beijos.
Jorge.

SOL da Esteva disse...

Rosa

Um Poema maravilhoso pleno de sentimento.
A tristeza é parte da alegria que ainda não foi conseguida.
Desejo que a consigas depressa.


Beijos

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.com/

joaquimdocarmo disse...

Que, ao menos, a alegria possa deixar de chorar... de tristeza!
Beijinho
jc

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

Braulio Pereira disse...

olá querida amiga

nascemos e patilhamos vida

alegrias e lhantos.

Amor eterno..


beijos!!

Mona Lisa disse...

Um "canto" de dor e mágoa!

Belo e tão triste poema!

Parabéns!

Beijos.

carla disse...

Uma linda poesia apesar de triste entra na alma de quem a le

Se quiseres visita-me e serás bem vinda,bom fim de semana
bjo

Carla Granja

http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt/

mundo da lua disse...

seus poemas são lindos pensamentos românticos.