sábado, 8 de janeiro de 2011

ADORMECI




Adormeci ao relento
Cansada de esperar
Que navegasses no vento
Para me vires visitar

Sonhei então que a lua
Que também enamorada
Desceu às pedras da rua
P'ra eu ficar acordada

E vi o teu lindo olhar
A bailar nos olhos meus
Para me virem contar
Quais os desejos dos teus

E nesta espera que dura
Não quero ainda acordar
P'ra não sentir a amargura
Que é eu ter que esperar

Adormeci no convés
Do barco da ilusão
E desbravei as marés
Que tinha no coração.

31 comentários:

Eduarda disse...

Rosa,

Na espera do nada, o sonho que nos alimenta.

viver na esperança, na ilusão mantem-nos vivas.

belo como sempre.

bj

Runa disse...

Versos nostálgicos, mas inspirados e com um bom ritmo.

Feliz 2011

Runa

Janita disse...

Minha querida amiga Rosa Branca.
Lindo, lindo e lindo!!
Ou sou eu que ando mais emotiva e vulnerável ou foste tu que puseste amor, sonho e ilusão a mais, neste poema. Simplesmente maravilhoso.
Parabéns, amiga.
Beijinhos
Janita

Beatriz Prestes disse...

Poema todo sentimento!!!
Amor pulsando cada verso!
Beijo carinhoso e um lindo 2011
Bea

Alvaro Oliveira disse...

Olá amiga Rosa Branca

Sempre vou ficando surpreendido pela beleza
com que escreve ao amor. O profundo sentimento que imprime na poesia.
Um bom fim de semana
Beijos
Alvaro

ONG ALERTA disse...

O barco atracará em algum porto da vida, beijo Lisette.

Estela disse...

Olá Roaa Branca,
Que lindo poema!
Vim te desejar que esse novo ano seja de grande alegria e de muita inspiração.
Bjs.

Luís Coelho disse...

Lindos versos com uma mensagem amorosa.

A espera é sempre dolorosa quando o amor nos bate à porta, mas ainda assim sofrer de amor é gostoso.
Quantas vezes desejaríamos prolongar esse sofrer por muito mais tempo nas nossas vidas....

Mgomes - Santa Cruz disse...

Rosa: lindo poema é uma mensagem de amor, mas esperar-mos por quem amamos é e será sempre uma espera muito dolorosa, mas há um ditado que diz quem espera sempre alcança.
Beijos
Santa Cruz

carlos pereira disse...

Olá poetisa do amor;
Mais um LINDO poema de amor.
Gostei muito.
Parabéns.
Um beijo.

Mona Lisa disse...

Um poema nostalgico embalado pela saudade de um amor...

Bjs.

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Mais um entre tantos maravilhosos poemas que te vão saindo sem que quase dês por eles.
Amiga gostava que fosses ao lamento e levasses um selinho porque também contribuístes para que eu lá chega-se.
Beijinhos de luz em teu coração

Fernanda disse...

Olá amiga Rosa Branca!

Foi um belo sonho feito em poesia.
Parabéns.
Beijinho

Faniquito disse...

Oii, rosa branca e linda !!!

Vc escreve com o coração... sempre , sempre mesmo emociona.

Linda e abençoada semana

Beijinhos

Ana

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Rosa Branca!

Exercício difícil e sofrido o de esperar por quem muito se deseja ... e parece não mais chegar - aqui dito de forma muito bonita e tocante.

Beijinhos; boa semana!
Vitor

Nilson Barcelli disse...

Mais um magnífico poema de amor.
És imbatível no género...
Querida amiga, boa semana.
Um beijo.

Andradarte disse...

Poema de nostalgica apaixonada..?
Sonhos poeticos......
Beijo

Daniel Costa disse...

Rosa

Poema bem poderia resumir um sonho de desejo, tendo o luar como o altar, onde esperar com ilusão nova maré.
Beijos

Marinha disse...

Amiga Rosa, viajo nas tuas palavras ao mesmo tempo que sou embalada pela música do blog! Uma delícia tudo isso!
Agradeço o comentário lá no blog! Quanto ao livro, ele só é vendido no Brasil, pelo site da editora e pelo meu blog (basta deixar um comentário que dou um jeito de enviar).
Bjo e paz pra ti, amada.

Everson Russo disse...

Versos gostosos de pura saudade,,,de desejo,,de sonhos...beijos de bom dia.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

E desbravei as marés/Que tinha no coração.
Que coisa mais linda, minha querida Rosa. Este é um poema de amor belíssimo.
Um ótimo 2011 para a amiga.
Beijos,
Renata

José disse...

Rosa Branca Rosa Branca
Tua rosa que perfume tem
a tua poesia me encanta
nas rimas que fazes tão bem

beijo,
José.

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje passando apenas para te deixar carinhos...beijinhos e dizer que estou de volta e com saudades.

Sonhadora

A.S. disse...

Rosa Branca,

Senti a musicalidade do poema! Tem ritmo e sente-se o sabor das palavras!

Beijos!
AL

Jorge Pimenta disse...

rosa branca,
com as tábuas da espera se faz a maior nau de sonhos. esperar é acreditar.
beijos mil!

Tére disse...

Olá amiga!
Que poema lindo, como sempre.
Obrigada pela visita e comentário. O Pedro está doente outra vez. Bjs

M@ria disse...

Você é quem decide o que vai ser eterno em você,
no seu coração. Deus nos dá o dom de eternizar
em nós o que vale a pena, e esquecer
definitivamente aquilo que não vale.

D.A

BOM FDS..........Beijos meus! M@ria

Everson Russo disse...

Saudade,,,desejo, intensidade nesse adormecer a espera dos ventos do amor,,,lindo demais...beijos de boa semana pra ti querida.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Que belo texto! Parabéns!

Vento disse...

Não percas os belos momentos que a vida tem, acorda por favor.

Beijo

Rosa Goncalves disse...

Oi, que amor de poemas lindos ainda não tinha visto igual e tão sentimentais pela força do coração que os ditou, adoro poesia, jinhosssss Rosa