sábado, 17 de julho de 2010

NAS ONDAS DA MINHA ILUSÃO



Numa cadeira vazia
Me sentei à beira mar
Tomei banho de luar
Na secura da maresia

Esperei romper o dia
Dei asas ao pensamento
No mar lavei o tormento
Nas ondas da nostalgia

Também deitei a saudade
O sonho e a desilusão
Com eles fiz um porão
Para compor teu navio

Nas ondas do mar vadio
Eu deixei os meus desejos
A saudade dos teus beijos
Debruados com calor

E no teu cais, ao sabor
Dum vento, talvez suão
Eu te espero meu amor
Nas ondas da minha ilusão

22 comentários:

Luís Coelho disse...

Mais um poema ao amor
Cantado em bom cantar
Podia ser um poema triste
Num canto talvez amargo
As letras vem sorrindo
Numa caneta a chorar.

Votos de bom fim de semana.

Nilson Barcelli disse...

Gostei imenso deste teu poema de amor.
É muito bonito e bem escrito.
Querida amiga, bom fim de semana.
Beijos.

Andradarte disse...

Tua espera...será compensada.
Bom fim de semana

Beijo

Maria Valadas disse...

Um lindo momento de amor sentido, navegando no teu mar das ilusões... assim, falou o teu coração.

Muito lindo, minha querida Rosa Branca.

Agora, já regressei da minha ausência forçada,
e pouco a pouco, vou visitando todos aqueles que gosto de ler... e tu estás entre eles.

Bom fim de semana.

Beijo.

Maria

São disse...

Foi bom ter vindo descobri-la.

Feliz fim de semana.

Vozes de Minha Alma disse...

Essa nostalgia que nos remete a um amor, transformamos em esperanças, quem sabe sejam nas ondas, que nos levem até esse amor, ou quem sabe, nos traga de volta.
Beijos, Rosa, em teu coração, um abraço.

Savi disse...

Olá
Lindo como todos os poemas que você escreve,ao lê-los sinto que são escritos com sentimento.
Beijinhos e um óptimo domingo.
Savi

Mona Lisa disse...

Olá

Adorei o poema!
A nostalgia da espera do amor...
Os meus parabéns.

Bjs.

tossan disse...

Tem tudo para ser triste, mas não. Um dos poemas de amor mais lindo que eu já vi. Vou guarda-lo. Beijo

Wanderley Elian Lima disse...

O mar sempre nos dá inspiração. O que não podemos é perder a esperança de que o amor chegará.
Beijos

Maria Cusca disse...

Olá amiga.
Mais um lindo poema, com que nos brindas.
Lindo e nostálgico e escrito com o coração.
Jinhos grandes

Gil Moura disse...

Queridos amigos

Depois de algum interregno nas visitas e comentários nos vossos blogues, por motivos de ordem pessoal, aqui estou de novo a visitar os vossos cantinhos como merecem.

Desejo um resto de domingo bem passado, e uma semana plena de paz, amor e felicidade.

Beijos e abraços

Mário

Machado de Carlos disse...

O mar tem os seus encantos. O mar é carismático por excelência. Sonhamos com a maresia, ela toma conta de nós.
Beijos e uma rosa com amor.

Maria Soledade disse...

Olá Rosa Branca,lindo este poema de amor.Com o mar como pano de fundo surgiu talvez de um momento de nostalgia.Mas, é exactamnete nesses momentos que os poetas exprimem na perfeição toda a sua sensibilidade...e esse amor quiçá regressa um dia...

Beijinhos Grandes

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, bom resto de semana.
Beijos.

Maria Valadas disse...

Querida Rosa,

Vim à procura de mais um poema de amor, mas, reli este avidamente:

"E no teu cais, ao sabor
Dum vento, talvez suão
Eu te espero meu amor
Nas ondas da minha ilusão"

Muito sentido... em mim também.

Resto de bom final de semana.

Beijo meu.

Maria

Gil Moura disse...

Querida amiga Rosa

Sei do que falas, sei o que a solidão representa, e as suas consequências.

Todavia, no meio da escuridão, há sempre um raio de luz...

Lindo poema!

Beijinhos

Gil

Laura disse...

Olá..

Que a ilusão prevaleça e o coração não esqueça que a vida é sempre a andar... festejar...que a realidade te espere com sabor a mar...
Um beijinho da laura

Graça disse...

Rosa, querida, gosto sempre destes teus poemas... e sei que não é fácil escrevê-los com a forma que escolhes [quadras rimadas...].


Um beijo imenso de carinho e desculpa comentar tão pouco, mas leio sempre.

Um magnífico fim de semana.

A.S. disse...

Rosa...

Quanto maior for a espera, mais intenso será o momento do encontro!

BeijOOO
AL

MIUÍKA disse...

Querida amiga,obrigada pela visita.
Amei demais esse poema que é lindíssimo,obrigada pelos momentos de sonho que os teus poemas nos transmitem.
Um bom fim de semana com um beijinho...Miuíka

Edil Pontes disse...

Que paz me transmitiu essa cadeira ...esse rio ...essa paisagem....me senti tranquila sentada nessa cadeira sem pensar nos problemas que estou passando agora,nem imagin,estou sem lágrimas.
Muito lindo seu blog ...suas poesias ,parabéns.
Obrigada pela visita.
Volte sempre.
Beijos
Edil Pontes