terça-feira, 7 de agosto de 2012

RESISTI
























Resisti tanto à dor
À amargura em mim
Que minh'alma tem a cor
Do chão deste meu jardim

Resisti à solidão
Aos afagos ao carinho
Que agora meu coração
Só quer é estar sozinho

À saudade tão sem jeito 
Ainda pensei resistir
Mas se alojou no meu peito
E daqui não quer sair

Às palavras aguçadas
Resistiu este meu querer
Chegaram a ser baladas
No meu sentir no meu ser

Resisti tanto aos sonhos
Que até deixei de sonhar
E os pesadelos medonhos
Em mim tiveram lugar

Pensava que resistia
Ao teu olhar de doçura
Mas a alma tão vadia
Agarrou essa ternura

Não resisti aos teus beijos
E só no fim é que vi
Que loucos os meus desejos
Acordaram para ti.


43 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

BlueShell disse...

Há "coisas" ás quais não devemos resistir. Um poema belo e intenso...um deleite!
Bj

Lídia Borges disse...

O amor mão admite resistência. É inútil qualquer tentativa nesse sentido.

Gosto da forma dada aos poemas seguindo uma tradição tão nossa: as quadras com rima cruzada, o tema do amor que vem do romantismo e se mantem sempre atual.

Um beijo

Manuel disse...

Que bom, sou o primeiro a ler aqui, a apreciar e a poder deixar uma mensagem nesta linda poesia.
Muito apaixonada, linda!

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Muito sedutor e tentador esta sublime conjugação de palavras!!
Gostei imenso, dá gosto!

Samuel Rego disse...

Resistir, claudicar, juego eterno.
Siempre resulta gozoso leerte.
Un abrazo

Luís Coelho disse...

Um poema muito bonito tornando a dor do amor a coisa mais doce do mundo.

"E só no fim é que vi
Que loucos os meus desejos
Acordaram para ti"

SOL da Esteva disse...

A resistência sempre desfalece diante do Amor, dum sorriso, dum beijo...
Amei esta tua Poesia...


Beijos

SOL

Rita disse...

Voltando nessa tarde para agradecer
sua presença sempre carinhosa, no meu Cantinho, tbém quero elogiar seu post..As belas amizades são para sempre..E agradecer é um sentimento
que adoro ter comigo
Abraços com carinho
Rita!!!!

Anónimo disse...

Então não és resistente...o amor tudo quebra.

C. Manuel

edumanes disse...

Gostaria de poder
Pisar o chão do seu jardim
Para essa linda flor ver
A florir só para mim!

Essa flor que é gente
Deitada no chão do seu jardim
Gostaria de a ver contente
A sorrir só para mim!

Egoísta não sou
Por querer uma flor só para mim
A olhar aqui estou
Para a flor do seu jardim!

Obrigado pela sua visita
Fiquei muito contente
Roseira Branca acredita
A tua rosa também é gente!

Boa noite, bons sonhos,
um beijo
Eduardo.

Jorge Pimenta disse...

porque a resistência humana conhece os seus limites - mesmo que em antítese. afinal, é de chama que se compõem os nossos despertares mais profundos.

beijinho, querida amiga!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Como sempre lindo ler os teus sentimentos que me dizem tanto.

Um beijinho
Sonhadora

:.tossan® disse...

Você gosta de branco & preto? Eu gosto do colorido da sua poesia. Beijo

Guma Kimbanda disse...

Resistir, renunciar... não acreditar... até um momento sublime nos contradizer. Belo poema descrevendo o que não é fácil assim sintetizar.

Beijos e um kandando com a minha admiração

Álvaro Lins disse...

dizer o quê? - Que é um excelente poema?:)
Bjo

LUZ disse...

Olá Roseira Branca,

Resistir é um senhor verbo.
Resistir implica combate e frontalidade.
Resistir implica cara aberta ao temporal, ao que virá, por aí, de bom ou de mal.

Mas, resistir é, também, ceder, e foi isso que aconteceu em relação ao olhar e aos beijos dele.

NÃO RESITIU, ACORDOU OS SEUS LATENTES DESEJOS.

As palavras não se poupam, dão-se, e eu não sei7gosto de fazer comentários sucintos. Eu li e interpretei o poema que escreveu, só isso.

Bom fim de semana, com rosas, como as que tem no cabeçalho do seu blog.

Beijos da Luz.

Magia da Inês disse...

°º♡
°.¸♡
º° ♫♡彡° ·.
Muito bonito!
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil
•.¸¸°♡彡°¸¸.•

Maria Rodrigues disse...

Lindissimo poema.
Bom fim de semana.
Beijinhos
Maria

Nilson Barcelli disse...

Ninguém resiste ao amor...
Gostei muito, é um magnífico poema.
Rosa, querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

**♥✿Franciete-✿♥** disse...

Olá meu bem, só desejo que estejas de bom tamanho e que tudo em ti seja alegria.
Tenta porque o importante é sempre tentar mesmo que não se chegue no final mas o que deu já valeu a pena.
Amiga, dos teus poemas eu nem falo pois cada um é sempre um diamante saído do teu coração.
Desejo para ti e teus tudo de bom e um final de semana melhor do que o passado, porque a vida é presente, além de ser o presente que DEUS nos deu, beijinhos de luz, paz e muito amor.

Ricardo Miñana disse...

Hermoso poema, un placer,
que tengas un buen dia.
saludos.

São disse...

Um dos seus poemas que mais se identifica comigo...

Abraço grande

MA FERREIRA disse...

Oi Rosa..

Pra que resistir ao amor?
Amei te ler..obrigada pelo carinho..
bj

Braulio Pereira disse...

olá querida amiga Rosa

tuas palavras sâo pétalas perfumadas

poemas de amor

obrigado pelo teu carinho


beijos.

**♥✿Franciete-✿♥** disse...

Olha meu amor só vim aqui outra vez para dizer que assim é batota não era preciso fazer-me chorar, a sua história de vida tem demais em comum dentro do meu peito, e prontos já disse tudo...

Natalia Nuno disse...

Quantos comentários meu Deus, mereces amiga,
são lindas tuas poesias, parabéns.

Fica bem, beijinhos grata p'la visita.

LUZ disse...

Olá Rosa Branca,

Não há ou havia uma canção que dizia: "Rosa branca ao peito, a todos está bem, só à menina... melhor que ninguém".

Obrigada pelo seu comentário, que chegou em excelentes condições, tanto técnicas, quanto sensorias.

Boa semana.
Beijos de apreço e carinho da Luz.

ONG ALERTA disse...

Lindo realmente aos beijos é difícil de resistir, beijo Lisette.

LUZ disse...

Olá Rosa Branca,

Sempre que aqui deixo comentário, esqueço-me de referir a beleza e a sensualidade da imagem, que encima os seus versos.

Parabéns pela escolha.

Beijinhos da Luz.

Fátima disse...

Nossa Rosa... que LINDO!
faz tanto tempo que não venho aqui...
Aliás não tenho ido a lugar( blog) algum.
Mas quando vejo que não esqueceram de mim...
percebo que em bons jardins
brotam maravilhosas ROSAS brancas como você.
Você é LINDA Rosa...
e lindo é seu coração!
Que Deus a ilumine sempre.
Com carinho

e também uma flor
rosa
de
Fátima

© Piedade Araújo Sol disse...

um de amor terno,doce e resistente.

uma boa semana.

beij

Duarte disse...

Se o acordar dum sonho se faz realidade, bendito esse sonhar.
Gosto, e muito, desta maneira tua de escrever versos com estilo, com rima e em quadras, duma beleza singular que muito me agrada.
Um abraço grande

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
Já de férias, sim... mas sempre atento à bonita poesia que a menina faz e publica.

Regresso em grande... em Setembro com novas fotos !

Beijo[ta]

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Quando as palavras
encontram sentimentos
que fazem com que elas
encontrem seus sentidos,
nossa vida se enfeita
com as cores da esperança.

Obrigado por sua amizade.

Aluísio Cavalcante Jr.

:.tossan® disse...

Grandes perspectivas poéticas. Aqui encontro a beleza! Beijo

LUZ disse...

Olá Rosa Branca,

Passando, porque adoro rosas, tão simplesmente.
A juntar a esse facto, tenho apreço por si e acho-a sincera, boa pessoa, acredite.
Tenha um excelente dia, em harmonia.

Beijos com luzes e luares ou com afetos e cumplicidades, da Luz.

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Não se pode resistir ao amor, à saudade e aos sonhos... Há um dia, em que soltamos tudo o que amordaçamos e adiamos e surge este belo poema solto de amarras, em reposta a um amor que nunca foi esquecido!
Belissimo e a imagem perfeita!
Beijo
Graça

Braulio Pereira disse...

escrevi na lua Rosa
o sol sorrio
a mais bela prosa
abriga-me em ti. tenho frio.

BRAULIO

beijos com carinho

Andradarte disse...

Vale mais tarde ...que nunca
só temos de abrir os olhos..
Obrigado pela sua visita
Beijo

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

A gente reiste mas logo cede, ao amor...é mais forte que a gente...

Lindíssimo poema, Rosa!
Beijos

Luna disse...

há sempre um momento em que a janela se abre para o ar se renovar
b eijinhos

Claudio Poeta disse...

Que bonito! Abração, minha amiga