terça-feira, 10 de janeiro de 2012

ANDA!...VEM!...

Olhei o céu de mil cores
Por entre a nuvem franzina
E vesti-me das flores
De quando era menina

Vesti a saia rodada
Feitinha toda de chita
E então rodei desvairada
Para ficar mais bonita

Queria ser a princesa
Da mãe que nunca lá estava
Mas era a realeza
Da avó que me adorava

Fiquei só e vi no frio
Que não importava a cor
Ou vestia com a dor
Os das lágrimas do meu rio

E quando estava ao luar
Desenhava sempre em mim
um vestido cor de jasmim
Com estrelas a brilhar

É tarde mas com certeza
Pode até ser que um dia
Alguém me chame princesa
Como eu tanto queria

Anda! Vem! vestir-me enfim
Com o tecido do ardor
Pois teus olhos de cetim
Quando olham para mim
Me vestem sempre de amor.


25 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Como sempre lindo ler a tua alma...e encontrar-me nela.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Mona Lisa disse...

Nunca é tarde...

Soberbo poema.

Bjs.

Lia disse...

Olá Rosa!!!
Lindo começo de 2012. As suas palavras são plenitude para os meus sentidos. A Paz que me transmitem, o sentido da Vida me deixam com força para os dias que se seguem.
Vir aqui...me deixa "cheia" de uma força interior, extasiada e feliz.
Obrigada por isso.
Bjs
Lia

Runa disse...

Quadras carregadas de nostalgia e ternura. Um convite aos 5 sentidos.

Beijos

Runa

Graça Pereira disse...

Um poema muito teu,delicado, bonito, com nuances de desilusões mas...um dia,o amor desabrochará no teu jardim
e então, serás princesa bem amada.
Mil beijos e bom fds.
Graça

Jorge Pimenta disse...

o que separa o tempo do sonho do tempo dos homens?
sinto vontade de correr, já, ao baú das recordações, onde repousam calções e suspensórios, piões e rapas, para além de bolas de borracha e joelhos rasgados. oh, como fui príncipe, nesse então...
beijinho!

Cissa Romeu disse...

Rosa branca,

Com este poema, me senti com um "vestido cor de jasmim com estrelas a brilhar", tamanho o encanto, como se uma doce valsa alguém nos convidasse a dançar (rimou!) :)

Muito obrigada pelo comentário sobre minha parceria com o Jorge Pimenta. Gostei de seu blog, estou seguindo.

Beijos e ótimos dias!

Machado de Carlos disse...

Tenho tua imagem com saia de rodas.
Tu és minha menina de mil cores!
Contemplo tua alma ao clarear do dia!
Tudo de bom para Você!
Beijos

Sandra disse...

Que linda esta imagem.
Parabéns pela postagem.
Vim entregar meu presente. Espero que goste. Passe na Curiosa e verás o que é.
UM BRINDE A TODOS NÓS QUE FAZEMOS PARTE DESTE UNIVERSO VIRTUAL. ESTOU CONQUISTANDO COM MUITO CARINHO 22MIL VISITAS NO BLOG. SABEMOS QUE AS CONQUISTA DEPENDE UM AO OUTRO.
MUITO OBRIGADA PELA PACIÊNCIA...AMIZADE..ALEGRIAS..CARINHO
Sei que muito temos para dizer, mas o mais importante é agradecer por tudo, pela VIDA. Obrigada por VOCÊ existir e fazer parte de a minha vida.
Obrigada Senhor pela nossa amizade. Mesmo virtual tem um significado muito grande, E ESPECIAL, porque ultrapassa as fronteiras das telinhas, envolve os corações, nos encantam e nos faz feliz e sermos o que somos..Simplesmente amigos para Sempre...
Muito obrigada amigo(a), por fazer parte do meu circulo de Amigos.

SOL da Esteva disse...

Rosa

Quando amamos, vestimo-nos de alguma fragilidade e vemos o Amor, como dizes: "(...)teus olhos de cetim
Quando olham para mim
Me vestem sempre de amor."
Belo Poema., Amiga.

Beijos

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.com/

mixtu disse...

vou
e encontro-te
num desfilar de palavras
´sentires
e vou... partir...
:)

abrazo serrano

Nilson Barcelli disse...

Mais um magnífico poema.
Os teus versos são cada vez mais interessantes e belos. Gostei muito, querida amiga.
Beijo.

Everson Russo disse...

Vem logo viver a alegria da vida,,,do estar, sentir,,,querer,,,amar,,,ser feliz....beijos de bom dia pra ti amiga.

Irene Alves disse...

A imagem sublime e o texto também
muito bom. Adorei.
Beijinhos e que nunca lhe falte
a veia poética.
Irene

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Bonito blog, gostei!
Obrigado pela visita ao Olhar d'Ouro permitindo assim vir até aqui!
Fico.

Bjs

Ana Martins disse...

Rosa Branca, boa noite!
Penso que aqui está uma parte da sua história. Anseios e receios da menina que cresceu sentindo a falta da mãe presente. Um poema que além de nostálgico, carrega uma delicadeza singular!

Gostei muito!

Beijinho,
Ana Martins

A.S. disse...

Gostei!!!... muito!


Beijos,
AL

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga


De todas as buscas
que fazemos em nossa vida,
para mim
a única que faz sentido,
é a busca do amor.

Que cada dia deste novo ano,
seja em tua vida,
um dia de reencontro.

mixtu disse...

desnudar para voltar a vestir
num caminho de busca do...
amor

abrazo serrano

manuela barroso disse...

Rosa Branca,

Foi um prazer a sua visita.
E esta poesia nostálgica, despertou recordações dos meu vestidos bordados!
Um lindo e terno regresso ao passado!
Mui bjis
Bfs

Jorge disse...

Ficou ao seu jeito.
Mimosa e acochegante.
Beijos.
Jorge.

。♥ Smareis ♥。 disse...

Quanta beleza nesse poema, me deu saudades de minha infância.Adorei seu blog e ja te sigo. O poema é maravilhoso.
Beijos e ótima semana.

ana costa disse...

A linha que separa o possível do impossível está muitas vezes à distância de um simples olhar...
Quem nos garante que um dia esse desejo não se torna realidade, e em vez de princeza alguem te chame Rainha!...
Os sonhos, os desejos, as esperanças, são o motivo que nos leva a viver...
Beijo grande amiga

Ricardo e Regina Calmon disse...

VIVER É SIM E SEMPRE,PURA MAGIA

Jose Chilra disse...

Bonitos poemas, blogue muito atractivo.Parabéns