terça-feira, 24 de novembro de 2009

DENTRO DE MIM


Roseira branca és linho
Tecido no meu jardim
Se não tivesses espinho
Eras seda só para mim

Na minha alma ondulavas
Como no mar a ondinha
Na brisa até passeavas
Tua alma presa à minha

Me cantavas serenata
Em noite de belo luar
dançando n'uma fragata
Com sabor de céu e mar

Juntinhos sós a pairar
Em extase, doce emoção
Voariamos sem parar
Como sonho na ilusão

Mas esses espinhos, amigo
Que parecem não ter fim
Sabem que durmo contigo
Sózinha, dentro de mim.

20 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Gostei.
Há quem escreva este género de poesia com alguma facilidade, mas a mim dá-me imenso trabalho. E não o faço habitualmente porque me limita muito.
Os versos que escreveu são muito bonitos e, se forem cantados, serão ainda mais interessantes.
Fico à espera de mais...
Beijos.

Everson Russo disse...

Minha querida amiga, quanta serenidade nas palavras e nesse branco dessa rosa, obrigado pelo carinho de sua visita, volte sempre, adoreis seu blog, ja sou seguidor...um beijo e um belo final de semana...

Laura disse...

Que lindo, belo, poderosos, a Poesia transporta-nos nas asas do sonho e leva-nos ao extase, sabendo de quem falamos, escrevemos...
Muitos jinhos da laura...

~❤ ~º♥º ~Graciete ~º♥º~❤ ~ disse...

Linda adorei seu poema é devinal, voltarei mais vezes.
Beijinhos de luz em seu coração

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, querida!
O branco é sempre lindo é sereno puro transparente é Amor + o poder da Rosa
vence qualquer espinho
Lindo Lindo
Obrigada
Beijos
Renata

Maria Cusca disse...

Olá Rosa.
Obrigada pela visita.
Vim retribuir e conhecer o teu cantinho.
Este poema é lindo.
Jinhos grandes e bom fim de semana

Maria Valadas disse...

Olá Rosa Branca,
Agradecida pela tua visita, dando-me a oportunidade de visitar tb o teu cantinho.
Sê bem-vinda a este mar de poesia que tb a sabes sentir com alma.

Beijos

Maria Soledade disse...

Olá Rosa Branca!Desculpe entrar sem pedir licençinha, mas gostei de a conhecer através da Laurinha do Résteas.Como nós mulheres somos curiosas,eu vim espreitar e sinceramente...Gostei Muito!!Sabe, tomara que as rosas não tivessem espinhos pois a sua "pele" essa sim, é mesmo seda!LINDO,muito sentido e ao mesmo tempo tão...frágil!!

**Desculpe ter entrado sem primeiro bater à porta...

Beijinhos...MUUUAAHH***MUUUAAAHH***

Sonia Schmorantz disse...

Uma poetisa de grande talento, ficou muito bonito este poema e suas rosas.
beijos, ótimo final de semana

Diogo disse...

Olá Rosa, poetiza de grande talento. as palavras custam mais que o manejar do "pincel". Gostei do que li e vou voltar com mais tempo e beber um pouco dessa imensa inspiração.Bom fim de semana. Bjinho
Diogo

Everson Russo disse...

Um sabado muito lindo pra ti..beijos

Maria Cusca disse...

Olá amiga.
Obrigada, por teres aceite o convite, para visitar o cantinho do meu marido.
Jinhos grandes e um óptimo domingo

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, Linda Rosa!
Passo contemplo este Lindo Poema
Deixo-lhe muitos beijos
Votos de Bom Domingo
Muito obrigada
Renata

Maria Soledade disse...

Rosa-Branca Linda quero agradecer-lhe ter visitado o meu cantinho é que muitos amigos têem medo das urtigas ahahahahah...por mais que eu diga que as minhas têem meinhas de lã ahahahah mesmo assim é cá um medinho de ficarem com urticária...

Kida fui ao blog da Laurita, agora já sei o nome e consegui descobrir"Na Primavera da Vida"!!LINDO...e que bem me fez!!Obrigou-me a chorar coisa que há já tanto tempo andava a precisar...

Mais uma amiguinha que encontrei e espero por muito tempo como aliás tem sido com todos/as com que fiz amizade!

Beijinhos...Muitos

MUUUUUUUUUUAAAAAAAAAAHHHHHH*********

**Obrigada pelo poeminha estava...LINDO!!

**Obrigada por me ter atendido a porta

Mário Margaride disse...

Olá, Rosa.

Obrigado, pela tua visita ao meu cantinho.

Gostei muito deste teu poema, e deste teu lindo blog!

Parabéns!

Beijinhos

Mário

Gil Moura disse...

Olá!

Lindo este poema...gostei de te conhecer.

Voltarei.

Beijoquinhas...

Gil

saudade disse...

Vim retribuir a visita, lindos versos....
Rosa branca, que linda que é....
Saudade

Nilson Barcelli disse...

Voltei para ler mais poemas que entretanto tivesses publicado.
Como não há, desejo-te "apenas" uma óptima semana.
Beijos.

Gil Moura disse...

Querida amiga rosa.

Voltei, para te desejar uma óptima semana, com tudo de bom.

Beijinhos...

Gil

Brancamar disse...

Supunha que tinha comentado estes versos no primeiro dia, mas comecei por baixo e parece que acabei por não escrever aqui.
No entanto já tinha apreciado este versejar lindo e que termina com uma imagem bela: "...durmo contigo
Sózinha, dentro de mim."

Beijinhos
Branca