domingo, 23 de março de 2014

VERDE MANTO






































Verde manto fui vestir
Para ver se aquela cor
Combina com o meu sentir
Combina com o teu ardor

Pintei os olhos, carmim
Os lábios de rubra cor
E percorri teu jardim
Na promessa d'uma flor

E as borboletas que vi
Não eram da cor do manto
E juro que até senti
A alma ficar em pranto

Mas o verde é esperança
E passei a olhar então
Com olhos que em criança
Vestia a doce ilusão

De manto verde vestido
À praia te vou esperar
Quero-te louco, querido
E que te sintas perdido
Nas ondas deste meu mar

  

28 comentários:

Gracita disse...

Olá minha querida
A intensidade do amor envolta pelo verde manto da esperança.
Belíssimo poema!
Beijos com carinho

✿ chica disse...

Linda poesia e inspiração nesse manto verde! bjs, udo de bom,chica

Jorge disse...

Um poema elegíaco que nos transmite um anseio a que só o marulhar das ondas pode corresponder e transmitr.
Um abraço

Mona Lisa disse...

Magnífico poema!

Vestida de "Primavera" esperaste o amor.

Beijinhos.

Elvira Carvalho disse...

Gostei. Dizia a minha avó que mulher só se vestia de verde se tivesse certeza da sua beleza. De modo que ele vai de certeza ficar encantado.
Um abraço e uma boa semana

LUZ disse...

Olá, Rosa Branca!

E que VERDE!

As suas quadras são fruto de experiência, talento, e muito empenho naquilo, que escreve.

Esperemos, então, que, esse eu verde, se concretize, e que fique rubro de paixão.

Beijinhos, com estima.

Luzes e Luares-nova publicação. Obrigada!

SANTA CRUZ disse...

Rosa: lindíssimo poema li por várias vezes gostei imenso.
Beijos
Santa Cruz

Anónimo disse...

Gostei muito do seu poema e a imagem é magnífica. Estive a ler os seus poemas atrasados e vejo que gosta muito do seu amor e do mar. Também adoro o mar e os seus poemas. Um abraço com muito carinho

Manuel António.

Braulio Pereira disse...

olá minha amiga

que ternura de um amanhecer


oh.encanto.. obrigado por darme tâo bela poesia

feliz semana

beijos com carinho.

Braulio Pereira disse...

olá querida amiga

o teu olhar rasgou o silencio do meu peito. essencia do desejo.

feliz semana


beijos com carinho.

Ricardo- águialivre disse...

Bom dia

Poema maravilhoso...Adorei ler...

Fique feliz

Miguel disse...

Boa noite, amiga
Gostei imenso destas suas quadras, em que o verde, a cor da esperança, envolve um amor muito bonito.
E também gostei muito de a ver no meu espaço -:)
Espero vê-la por lá mais vezes.
Beijo com carinho do amigo
Miguel

© Piedade Araújo Sol disse...

a esperança em seu lindo versejar...

:)

Vento disse...

olá, querida amiga Rosa Branca
grata pela tua visita, lá no Vento,sempre carinhosa.

faz tempo que não passava por aqui,e assim, aproveitei para me deliciar com alguns dos teus poemas, para além deste. gosto do rimo que lhes dás, podem cantar-se.

beijinho, amigo.
semana feliz

R. R. Barcellos disse...

Belo poema de esperançar...

Beijo.

Manuel disse...

Muitas vezes esta roseira está esquecida mas, quando a vem regar, com poemas como este tudo muda.
Depois é uma explosão de cores!
Magnifico, como sempre.
Um beijo

Nina Filipe disse...

Olá meu amor, mais um dos tantos entre tantos maravilhosos que por aqui tenho comentada a, adorado e ledo.
Linda tem tanto de bom que nos deixa sempre com amargo na boca e dor no pensamento...sim porque o pensamento também doi.
Bom fim de semana e beijinhos de chuva, porque vai chuver gotas de carinho.

Nilson Barcelli disse...

Com esperança se alcança...
Magnífico poema de amor, gostei imenso.
Rosa, tem um bom fds.
Beijos.

Rita Sperchi disse...

ღღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿¸.•* ღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿

“Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade.”

― Cora Coralina...

Com essa frase tão bonita deixo meu abraço de bom final de semana
elogiando mais uma vez seu belo post

___________Rita!!!!

ONG ALERTA disse...

Com o manto e o mar se pode perder....
Beijo Lisette.

SOL da Esteva disse...

O Amor vestiu-se de verde e adornou-se dos demais pormenores.
Bela Poesia de Vida.


Beijos


SOL

Graça Pereira disse...

A rosa desabrochou neste começo de primavera e de um modo deslumbrante.... E no leito de verde cor...abriu-se então,ao amor!
beijão
Graça

Evanir disse...

A vida é um eterno recomeço,
uma viagem que se inicia,
e não devemos perder a esperança
temos que continuar,
mostrando a todos a nossa fé,
e a nossa capacidade de refazer o que se desfez,
e reconstruir o que se perdeu.
Muita paz para sua vida.
Beijos e meu eterno carinho.
Evanir.
Saudades de ti minha amiga.

Manuel disse...

Bom fim de semana com muita magia e inspiração!

EU disse...

Quando iniciei a leitura, ocorreu-me um chamamento à primavera. E também assim pode ser interpretado, visto que é uma estação de esperança, renascimento e embelezamento da natureza e esta é amor. E como tal, vestiste-te de verde amor, esperando-o junto do azul mar...
Apreciei imenso, querida Rosa.
BJOS :)

Rita Sperchi disse...

ღღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿¸.•*
Tenha um domingo feliz
bjusss
Rita!!!

Nilson Barcelli disse...

Rosa, tem uma óptima semana.
Beijo.

Jota Effe Esse disse...

Um belo e apaixonado poema. Meu beijo.